Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Diferentes e parecidos: em que aspectos F-16 e MiG-29 se desafiam

Famoso, leve, universal e ainda relevante: há 40 anos, em 15 de agosto de 1978, a Força Aérea dos EUA adotou em serviço um caça multifuncional de quarta geração – o F-16.
Sputnik

No total, até 2018, mais de 4.500 aeronaves desse tipo foram construídas. Por sua produção em massa o "falcão de ataque", como os pilotos batizaram respeitosamente a aeronave, é um recorde mundial absoluto entre os caças leves. E por suas capacidades de voo e combate o F-16 figura ao mesmo nível dos principais concorrentes – os caças soviéticos e russos MiG-29.

Nesta matéria, a Sputnik apresenta as semelhanças e diferenças entre esses projetos, implementados quase simultaneamente.

Pequeno e armado

Na década de 1970, antes da introdução do caça pesado F-15 Eagle, a Força Aérea dos EUA percebeu que necessitava de um aparelho mais barato, simples e tecnologicamente avançado – um caça tático leve para obter superioridade aérea local. Cinco empresas norte-americanas apresentaram seus projetos. O Pentágono con…

Tempestade causou prejuízo de US$ 9 milhões no Cavex

Especialista em aviação revela bastidores do vendaval que tombou aeronave Pantera K2 e gerou estragos milionários na base militar do Exército de Taubaté na última sexta-feira


DefesaNet

Um vendaval que atingiu Taubaté na última sexta-feira gerou graves prejuízos na base militar do Cavex (Comando de Aviação do Exército), que teve aeronaves atingidas e danos estruturais.

Helicóptero Pantera do Exército Brasileiro | Redação / Gazeta de Taubaté

A reportagem apurou detalhes exclusivos do acontecimento com um especialista no setor de aviação. De acordo com ele, a avaliação inicial do prejuízo inteiro da aeronave Pantera K2, que tombou no Cavex e danificou parte da hélice, é de US$ 4 milhões.

O especialista revelou também que dois helicópteros H225M teriam se tocado com o forte vento, o que renderia um prejuízo ainda maior, de mais US$5 milhões.

“Se as caixas de transmissão principais desses helicópteros forem condenadas pelo impacto, serão US$ 5 milhões de prejuízo”, informou.

Em nota, o Cavex confirmou o dano na aeronave Pantera K2 e preferiu não comentar oficialmente o suposto choque das aeronaves H225M, helicópteros fabricado pela Helibras para as três forças armadas brasileiras.

Redação / Gazeta de Taubaté

“Várias instalações sofreram avarias, bem como o tombamento de uma aeronave estacionada no pátio. Não houve vítimas e os danos ainda estão sendo avaliados e providências administrativas estão em curso”, informou comunicado oficial do Cavex.

A aeronave Pantera K2, que chegou a tombar com a tempestade, passará por uma avaliação para que os prejuízos sejam levantados. “Esta passará por uma avaliação técnica pormenorizada a fim de que sejam determinados quais os serviços necessários”.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas