Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Trump acusa Irã de financiamento da Coreia do Norte

O presidente norte-americano, Donald Trump, acusou Teerã de apoio financeiro à Coreia do Norte.


Sputnik

"Estou seguro que eles [o Irã] financiam a Coreia do Norte, estou seguro que eles têm comércio com a Coreia do Norte, estou seguro que eles têm negócios com a Coreia do Norte, o que é completamente inaceitável", afirmou o líder norte-americano em entrevista ao canal TBN.


Vista de Teerã, capital do Irã
Teerã, capital do Irã © flickr.com/ peyman abkhezr

Trump frisou que as ações do Irã "minam o espirito" do acordo nuclear e prometeu anunciar sua decisão quanto à postura dos EUA no âmbito do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, sigla em inglês; acordo internacional acerca do programa nuclear iraniano) no futuro próximo.

O presidente dos EUA acrescentou que considera o Irã um "ator ruim" que merece ser tratado "do jeito correspondente".

Anteriormente, várias fontes da mídia comunicaram que Trump tenciona abandonar JCPOA e anunciar que o acordo contraria os interesses nacionais dos EUA.


Postar um comentário