Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Trump acusa Irã de financiamento da Coreia do Norte

O presidente norte-americano, Donald Trump, acusou Teerã de apoio financeiro à Coreia do Norte.


Sputnik

"Estou seguro que eles [o Irã] financiam a Coreia do Norte, estou seguro que eles têm comércio com a Coreia do Norte, estou seguro que eles têm negócios com a Coreia do Norte, o que é completamente inaceitável", afirmou o líder norte-americano em entrevista ao canal TBN.


Vista de Teerã, capital do Irã
Teerã, capital do Irã © flickr.com/ peyman abkhezr

Trump frisou que as ações do Irã "minam o espirito" do acordo nuclear e prometeu anunciar sua decisão quanto à postura dos EUA no âmbito do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, sigla em inglês; acordo internacional acerca do programa nuclear iraniano) no futuro próximo.

O presidente dos EUA acrescentou que considera o Irã um "ator ruim" que merece ser tratado "do jeito correspondente".

Anteriormente, várias fontes da mídia comunicaram que Trump tenciona abandonar JCPOA e anunciar que o acordo contraria os interesses nacionais dos EUA.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas