Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Brasil envia embarcações para auxiliar buscas de submarino argentino

Três navios e um avião da Marinha do Brasil se somaram neste sábado à busca do submarino argentina ARA San Juan, desaparecido desde a última quarta-feira nas águas do Atlântico, informou o ministro da Defesa, Raul Jungmann.


EFE

Jungman indicou que foram enviados a fragata Rademaker, o navio polar Maximiano e o navio socorro submarino Filinto Perry, este último especializado em operações de socorro de submarinos e mergulhadores.

Raul Jungmann, em foto de setembro de 2017. EFE/ Antonio Lacerda
Raul Jungmann, em foto de setembro de 2017. EFE/ Antonio Lacerda

Segundo o ministro, os três navios e um avião das Forças Armadas "já estão auxiliando nas buscas" do submarino, com o qual as autoridades argentinas perderam contato na quarta-feira.

O ARA San Juan, com 44 tripulantes a bordo, partiu na segunda-feira do porto de Ushuaia e se dirigia à sua base, na cidade de Mar del Plata

As buscas se concentraram em uma área a 430 quilômetros do ponto mais próximo do litoral ao sudeste da península Valdés, na província de Chubut, e delas participam navios de vários países, liderados pela Marinha da Argentina.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas