Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mais 2 palestinos morrem após ataque israelense na Faixa de Gaza

Total de mortos chega a 4 após Israel atacar a Faixa de Gaza e atingir militantes do Hamas; confrontos começaram após Donald Trump reconhecer Jerusalém como capital israelense.
Por G1

Mais dois palestinos morreram neste sábado (9) em um ataque aéreo israelense na Faixa de Gaza contra alvos do movimento palestino Hamas. A Defesa de Israel disse que o bombardeio foi uma resposta a um foguete lançado pelo Hamas na sexta-feira. Os confrontos começaram após o presidente norte-americano, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como a capital israelense nesta semana.

"Na manhã de sábado, equipes de resgate encontraram os corpos de dois palestinos que morreram em ataques aéreos israelenses na noite passada no norte da Faixa de Gaza", disse o porta-voz Ashraf Al Qedra.

Com essas duas mortes, subiu para quatro o número de palestinos mortos desde a última sexta-feira (8). Já são mais de 300 feridos desde que o grupo islâmico voltou a atacar Israel, após a decisão do governo americano, tomada na…

China e Coreia do Norte estreitam as relações, apesar das pressões dos EUA

A China e a Coreia do Norte, após a visita do representante especial de Pequim a Pyongyang, concordaram em fortalecer os contatos entre os partidos governantes, bem como em estreitar ainda mais as relações bilaterais, informou a agência de notícias Xinhua.


Sputnik

O enviado especial do presidente da China Xi Jinping, Song Tao, desembarcou na Coreia do Norte na sexta-feira passada, onde se reuniu com a direção do Partido dos Trabalhadores da Coreia.


Fronteira da China com a Coreia do Norte
Fronteira da China com a Coreia do Norte © AP Photo/ Ng Han Guan, File

"As partes conversaram sobre as relações entre os dois partidos e sobre a situação na península da Coreia, manifestaram a prontidão para fortalecer os contatos entre os partidos e decidiram cooperar para seguir desenvolvendo as relações entre a Coreia do Norte e a China", informou o comunicado da agência.

Segundo Xinhua, Song Tao informou seus colegas coreanos sobre os resultados da 19 Assembleia Geral do Partido Comunista da China, realizado entre os dias 18 e 24 de outubro em Pequim. Os dirigentes coreanos parabenizaram Song Tao pela realização bem-sucedida da Assembleia e transmitiu os seus votos para que o "povo chinês, sob a liderança de Xi Jinping na qualidade de líder do partido, alcance ainda mais sucesso na construção de um estado socialista moderno".

Durante a sua visita, Song Tao aproveitou para prestar honra aos voluntários chineses que, entre 1950 e 1953, participaram na Guerra da Coreia, do lado de Pyongyang, e que estão enterrados em um cemitério militar na capital norte-coreana.


Postar um comentário