Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Gorbachov chama EUA para retomar diálogo com a Rússia sobre armas nucleares

O último presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachov, pediu que os Estados Unidos retomem um "diálogo sério" com a Rússia sobre o problema das armas nucleares e alertou contra as "perigosas tendências destrutivas" na política mundial, em artigo publicado nesta quarta-feira no jornal "Vedomosti".
EFE

Moscou - Após constatar uma ruptura da comunicação entre Moscou e Washington, o ex-líder soviético se dirigiu em particular aos congressistas americanos para pedir que deixem de lado suas diferenças partidárias para facilitar um "diálogo sério" entre ambos os países.


"Estou convencido de que a Rússia está preparada (para o diálogo)", ressaltou Gorbachov, que manifestou preocupação com a suspensão, primeiro pelos EUA e depois pela Rússia, do Tratado de Eliminação dos Mísseis de Médio e Curto Alcance (INF), que ele assinou em 1987 com o então presidente americano, Ronald Reagan.

Gorbachov apontou que por trás da decisão de Washington de deix…

China e Coreia do Norte estreitam as relações, apesar das pressões dos EUA

A China e a Coreia do Norte, após a visita do representante especial de Pequim a Pyongyang, concordaram em fortalecer os contatos entre os partidos governantes, bem como em estreitar ainda mais as relações bilaterais, informou a agência de notícias Xinhua.


Sputnik

O enviado especial do presidente da China Xi Jinping, Song Tao, desembarcou na Coreia do Norte na sexta-feira passada, onde se reuniu com a direção do Partido dos Trabalhadores da Coreia.


Fronteira da China com a Coreia do Norte
Fronteira da China com a Coreia do Norte © AP Photo/ Ng Han Guan, File

"As partes conversaram sobre as relações entre os dois partidos e sobre a situação na península da Coreia, manifestaram a prontidão para fortalecer os contatos entre os partidos e decidiram cooperar para seguir desenvolvendo as relações entre a Coreia do Norte e a China", informou o comunicado da agência.

Segundo Xinhua, Song Tao informou seus colegas coreanos sobre os resultados da 19 Assembleia Geral do Partido Comunista da China, realizado entre os dias 18 e 24 de outubro em Pequim. Os dirigentes coreanos parabenizaram Song Tao pela realização bem-sucedida da Assembleia e transmitiu os seus votos para que o "povo chinês, sob a liderança de Xi Jinping na qualidade de líder do partido, alcance ainda mais sucesso na construção de um estado socialista moderno".

Durante a sua visita, Song Tao aproveitou para prestar honra aos voluntários chineses que, entre 1950 e 1953, participaram na Guerra da Coreia, do lado de Pyongyang, e que estão enterrados em um cemitério militar na capital norte-coreana.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas