Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Gorbachov chama EUA para retomar diálogo com a Rússia sobre armas nucleares

O último presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachov, pediu que os Estados Unidos retomem um "diálogo sério" com a Rússia sobre o problema das armas nucleares e alertou contra as "perigosas tendências destrutivas" na política mundial, em artigo publicado nesta quarta-feira no jornal "Vedomosti".
EFE

Moscou - Após constatar uma ruptura da comunicação entre Moscou e Washington, o ex-líder soviético se dirigiu em particular aos congressistas americanos para pedir que deixem de lado suas diferenças partidárias para facilitar um "diálogo sério" entre ambos os países.


"Estou convencido de que a Rússia está preparada (para o diálogo)", ressaltou Gorbachov, que manifestou preocupação com a suspensão, primeiro pelos EUA e depois pela Rússia, do Tratado de Eliminação dos Mísseis de Médio e Curto Alcance (INF), que ele assinou em 1987 com o então presidente americano, Ronald Reagan.

Gorbachov apontou que por trás da decisão de Washington de deix…

Coreia do Norte: 14 mil militares dos EUA participam de exercício militar com Japão

Japão e Estados Unidos iniciaram um exercício militar de 10 dias nesta quinta-feira (16).


Sputnik

Após a ameaça nuclear oferecida pela Coreia do Norte dominar boa parte da agenda da recente viagem à Ásia do presidente Donald Trump, cerca de 14 mil militares dos EUA, o porta-aviões nuclear USS Ronald Reagan e outras embarcações participarão do exercício nas proximidades de Okinawa, no Japão.


Exercícios Foal Eagle com militares de EUA e Coreia do Sul (arquivo)
Tropas dos EUA e Coreia do Sul em exercício militar © AP Photo/ Lee Jin-man

Pyongyang afirma que estes exercícios são ensaios de uma possível invasão e em ocasiões similares já realizou testes de mísseis balísticos como resposta.

A atividade anual "é projetada para aumentar a prontidão defensiva e a interoperabilidade das forças japonesas e americanas através do treinamento nas operações aéreas e marítimas", disse a Marinha dos EUA por meio de comunicado.

No final de semana, o porta-aviões USS Ronald Reagan participou de exercícios no Oceano Pacífico ocidental com aeronaves do Japão e da Coreia do Sul.

O embaixador norte-coreano na Organização das Nações Unidas (ONU), Ja Song Nam, afirmou por meio de carta que a situação atual é "pior da história" na península coreana.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas