Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mais 2 palestinos morrem após ataque israelense na Faixa de Gaza

Total de mortos chega a 4 após Israel atacar a Faixa de Gaza e atingir militantes do Hamas; confrontos começaram após Donald Trump reconhecer Jerusalém como capital israelense.
Por G1

Mais dois palestinos morreram neste sábado (9) em um ataque aéreo israelense na Faixa de Gaza contra alvos do movimento palestino Hamas. A Defesa de Israel disse que o bombardeio foi uma resposta a um foguete lançado pelo Hamas na sexta-feira. Os confrontos começaram após o presidente norte-americano, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como a capital israelense nesta semana.

"Na manhã de sábado, equipes de resgate encontraram os corpos de dois palestinos que morreram em ataques aéreos israelenses na noite passada no norte da Faixa de Gaza", disse o porta-voz Ashraf Al Qedra.

Com essas duas mortes, subiu para quatro o número de palestinos mortos desde a última sexta-feira (8). Já são mais de 300 feridos desde que o grupo islâmico voltou a atacar Israel, após a decisão do governo americano, tomada na…

Coreia do Norte: 14 mil militares dos EUA participam de exercício militar com Japão

Japão e Estados Unidos iniciaram um exercício militar de 10 dias nesta quinta-feira (16).


Sputnik

Após a ameaça nuclear oferecida pela Coreia do Norte dominar boa parte da agenda da recente viagem à Ásia do presidente Donald Trump, cerca de 14 mil militares dos EUA, o porta-aviões nuclear USS Ronald Reagan e outras embarcações participarão do exercício nas proximidades de Okinawa, no Japão.


Exercícios Foal Eagle com militares de EUA e Coreia do Sul (arquivo)
Tropas dos EUA e Coreia do Sul em exercício militar © AP Photo/ Lee Jin-man

Pyongyang afirma que estes exercícios são ensaios de uma possível invasão e em ocasiões similares já realizou testes de mísseis balísticos como resposta.

A atividade anual "é projetada para aumentar a prontidão defensiva e a interoperabilidade das forças japonesas e americanas através do treinamento nas operações aéreas e marítimas", disse a Marinha dos EUA por meio de comunicado.

No final de semana, o porta-aviões USS Ronald Reagan participou de exercícios no Oceano Pacífico ocidental com aeronaves do Japão e da Coreia do Sul.

O embaixador norte-coreano na Organização das Nações Unidas (ONU), Ja Song Nam, afirmou por meio de carta que a situação atual é "pior da história" na península coreana.


Postar um comentário