Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Coreia do Norte 'revela ao mundo' a 'verdadeira natureza' de Donald Trump

A agência estatal de notícias da Coreia do Norte, KCNA, lançou um novo ataque retórico contra o presidente dos EUA, Donald Trump, batizando-o de "maníaco da guerra nuclear" alguns dias antes da sua primeira visita oficial como chefe de Estado aos países asiáticos.


Sputnik

A KCNA qualificou como "retórica bélica e irresponsável" as declarações de Trump contra a Coreia do Norte, chamando o governante estadunidense de "mestre de injúrias" que "necessita de um médico para curar seu distúrbio psicológico".


Presidente dos EUA, Donald Trump, brinca com um bastão de beisebol durante evento na Casa Branca
Presidente dos EUA Donald Trump © AFP 2017/ Olivier Douliery

Além disso, a agência acredita que revelou ao mundo a verdadeira natureza de Donald Trump, chamando-o de um "maníaco da guerra nuclear".

Finalmente, a KCNA criticou a política de sanções introduzidas contra Coreia do Norte e assegurou que isso será ineficaz.

Esta crítica metafórica da agência estatal norte-coreana é expressa no âmbito da troca de frases duras entre os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte que continua sem parar durante os últimos meses e que aumenta as tensões cada vez mais entre os dois Estados, indica a AFP.

Por exemplo, Donald Trump titulou o líder norte-coreano Kim Jong-un de "homem míssil", enquanto Kim Jong-un respondeu chamando o presidente estadunidense de "velho lunático".

As tensões entre estadunidenses e norte-coreanos subiu consideravelmente nos últimos meses, após dois testes com mísseis balísticos intercontinentais (ICBMs, sigla em inglês) no mês de julho, e o sexto teste nuclear da Coreia do Norte em setembro. Como resposta, Trump usou a tribuna da ONU para ameaçar com a "destruição total" da Coreia do Norte.


Postar um comentário