Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mais 2 palestinos morrem após ataque israelense na Faixa de Gaza

Total de mortos chega a 4 após Israel atacar a Faixa de Gaza e atingir militantes do Hamas; confrontos começaram após Donald Trump reconhecer Jerusalém como capital israelense.
Por G1

Mais dois palestinos morreram neste sábado (9) em um ataque aéreo israelense na Faixa de Gaza contra alvos do movimento palestino Hamas. A Defesa de Israel disse que o bombardeio foi uma resposta a um foguete lançado pelo Hamas na sexta-feira. Os confrontos começaram após o presidente norte-americano, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como a capital israelense nesta semana.

"Na manhã de sábado, equipes de resgate encontraram os corpos de dois palestinos que morreram em ataques aéreos israelenses na noite passada no norte da Faixa de Gaza", disse o porta-voz Ashraf Al Qedra.

Com essas duas mortes, subiu para quatro o número de palestinos mortos desde a última sexta-feira (8). Já são mais de 300 feridos desde que o grupo islâmico voltou a atacar Israel, após a decisão do governo americano, tomada na…

Disparos de artilharia rompem segundo dia de trégua em Ghouta Oriental

Disparos de artilharia abalaram a calma instalada na região de Ghouta Oriental, principal bastião da oposição síria nos arredores de Damasco e onde está em vigor um cessar-fogo desde ontem, informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

Os projéteis impactaram na madrugada passada a região de Haza, enquanto nesta manhã houve um ataque similar em Ain Tarma, onde foram registrados apenas danos materiais, detalhou a ONG, que não precisou a origem dos disparos.

Resultado de imagem para Ghouta Oriental
Ghouta Oriental | Reprodução internet

Ontem o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan De Mistura, anunciou que o governo sírio tinha aceitado uma trégua em Ghouta Oriental proposta na segunda-feira pela Rússia.

"Fui informado pelos russos, que tinham proposto um cessar-fogo em Ghouta Oriental, que o governo aceitou", disse o mediador à imprensa depois de se reunir com o chefe negociador da opositora Comissão Suprema para Negociações (CSN), Nasser Hariri.

O Ministério de Defesa da Rússia sugeriu há dois dias que fosse decretado um cessar-fogo de 48 horas em Ghouta Oriental a partir de ontem.

O Observatório acrescentou que esta cessação das hostilidades acontece após duas semanas de escalada da violência na região, onde morreram 151 pessoas, entre elas 35 menores.

A trégua coincide com a oitava rodada de negociações de paz em Genebra, promovidas pela ONU, à qual hoje finalmente se deve somar a delegação do governo sírio.

Postar um comentário