Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mais 2 palestinos morrem após ataque israelense na Faixa de Gaza

Total de mortos chega a 4 após Israel atacar a Faixa de Gaza e atingir militantes do Hamas; confrontos começaram após Donald Trump reconhecer Jerusalém como capital israelense.
Por G1

Mais dois palestinos morreram neste sábado (9) em um ataque aéreo israelense na Faixa de Gaza contra alvos do movimento palestino Hamas. A Defesa de Israel disse que o bombardeio foi uma resposta a um foguete lançado pelo Hamas na sexta-feira. Os confrontos começaram após o presidente norte-americano, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como a capital israelense nesta semana.

"Na manhã de sábado, equipes de resgate encontraram os corpos de dois palestinos que morreram em ataques aéreos israelenses na noite passada no norte da Faixa de Gaza", disse o porta-voz Ashraf Al Qedra.

Com essas duas mortes, subiu para quatro o número de palestinos mortos desde a última sexta-feira (8). Já são mais de 300 feridos desde que o grupo islâmico voltou a atacar Israel, após a decisão do governo americano, tomada na…

Especialista militar: interceptor A-235 'pode ser instalado em qualquer ponto da Rússia'

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou um vídeo com os testes do novo míssil modernizado A-235. O especialista militar Aleksei Leonkov, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, frisou que este tipo de míssil pode ser instalado em qualquer ponto da Rússia.


Sputnik

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou um vídeo dos testes do novo míssil interceptor. Os ensaios foram realizados pelas tropas da Força Aeroespacial da Rússia. O interceptor de mísseis modernizado atingiu com sucesso o alvo convencional.


Teste do míssil interceptor russo (imagem referencial)
Teste do míssil russo Interceptor © Foto: Youtube / Vasya Ivanov

Vale destacar que a velocidade mínima de voo do novo antimíssil russo chega aos 3 km/s (10.800 km/h) o que supera várias vezes a velocidade de uma bala.

O especialista militar Aleksei Leonkov, diretor comercial da revista Arsenal Otetshestva, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, enfatizou que as capacidades do novo complexo são significativamente maiores.

"Em Sary-Shagan decorreu mais uma fase de testes do novo míssil, que em breve será adotado pela defesa antimíssil. É um sistema de defesa móvel, o que permite instalar tal tipo de mísseis por todo o perímetro do país e em qualquer ponto da Rússia, protegendo assim não apenas a Região Econômica Central, como hoje em dia é assegurado pelo sistema de defesa antimíssil A-135, mas proteger todos os alvos, todos os territórios necessários; são estes os objetivos principais destes sistemas", assinalou Aleksei Leonkov.


Postar um comentário