Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China tira mais um 'trunfo' aos EUA criando catapultas eletromagnéticas para porta-aviões

A China desenvolveu sua própria catapulta eletromagnética para os porta-aviões, sendo que anteriormente os EUA eram o único país que usava esse tipo de equipamento. Fazendo isso, o país asiático tem como objetivo melhorar a capacidade de combate dos seus grupos aeronavais.
Sputnik

Engenheiros chineses testaram o protótipo da catapulta eletromagnética de fabricação nacional com aviões de combate J-15, afirmou o contra-almirante chinês Yin Zhuo à edição China Daily. O alto responsável militar especificou que os aviões efetuaram "milhares de decolagens" usando a catapulta.


As catapultas dos porta-aviões são utilizadas para dar um impulso extra à aeronave (o que não é necessário se a aeronave decola do chão), devido à pequena pista de aterrissagem dos porta-aviões. Anteriormente, esse impulso era produzido por vapor.

O dispositivo eletromagnético usa um cabo de aço que liga o avião à catapulta e o faz decolar. De acordo com a mídia, o uso da catapulta foi conseguido devido ao sucess…

EUA evacuam chefes do Daesh de Al-Mayadin antes da operação do exército sírio

Helicópteros dos EUA evacuaram os chefes estrangeiros do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) da cidade síria de Al-Mayadin duas semanas antes do início da operação de libertação da cidade pelo exército sírio, disseram à Sputnik vários habitantes da cidade.


Sputnik

"A aviação militar norte-americana primeiro fez uma manobra […] próximo de uma quinta na zona de Al‑Mayadin. Depois [a aviação] realizou um ataque aéreo, nós nos tentamos esconder e vimos vários helicópteros norte-americanos. Em terra se encontravam os chefes estrangeiros do Daesh, que estavam esperando perto da sua base […]. Os helicópteros levaram-nos de Al‑Mayadin", afirmou um pastor local, Muhammad Awad Hussein.


Bandeira americana de oficial do exército americano com um helicóptero UH-60A Black Hawk ao fundo
© flickr.com/ Morning Calm Weekly Newspaper Installation

"Viu-os [os helicópteros]. A aviação norte-americana… primeiro o barulho dela, logo depois o ataque aéreo massivo nas aldeias vizinhas. Depois chegaram os helicópteros e levaram os chefes do Daesh, após isso os ataques pararam", acrescentou ele.

De acordo com o homem de 79 anos, ele serviu no exército sírio e sabe distinguir a aviação norte-americana.

Outros habitantes disseram à Sputnik que viram como dois chefes estrangeiros partiram com suas famílias em automóveis de Al-Mayadin em direção ao estado-maior do Daesh em Haydar. Depois chegaram os helicópteros e os levaram para lugar desconhecido.

As forças governamentais sírias começaram a operação da libertação da cidade de Al‑Mayadin no início de setembro e, em 14 de outubro, a cidade foi totalmente libertada do Daesh.

Em setembro uma fonte diplomática e militar confirmou à Sputnik que, em agosto, a Força Aérea norte-americana evacuou mais de 20 chefes militares do Daesh e seus combatentes mais próximos de Deir ez-Zor em direção ao norte da Síria.


Postar um comentário