Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

EUA evacuam chefes do Daesh de Al-Mayadin antes da operação do exército sírio

Helicópteros dos EUA evacuaram os chefes estrangeiros do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) da cidade síria de Al-Mayadin duas semanas antes do início da operação de libertação da cidade pelo exército sírio, disseram à Sputnik vários habitantes da cidade.


Sputnik

"A aviação militar norte-americana primeiro fez uma manobra […] próximo de uma quinta na zona de Al‑Mayadin. Depois [a aviação] realizou um ataque aéreo, nós nos tentamos esconder e vimos vários helicópteros norte-americanos. Em terra se encontravam os chefes estrangeiros do Daesh, que estavam esperando perto da sua base […]. Os helicópteros levaram-nos de Al‑Mayadin", afirmou um pastor local, Muhammad Awad Hussein.


Bandeira americana de oficial do exército americano com um helicóptero UH-60A Black Hawk ao fundo
© flickr.com/ Morning Calm Weekly Newspaper Installation

"Viu-os [os helicópteros]. A aviação norte-americana… primeiro o barulho dela, logo depois o ataque aéreo massivo nas aldeias vizinhas. Depois chegaram os helicópteros e levaram os chefes do Daesh, após isso os ataques pararam", acrescentou ele.

De acordo com o homem de 79 anos, ele serviu no exército sírio e sabe distinguir a aviação norte-americana.

Outros habitantes disseram à Sputnik que viram como dois chefes estrangeiros partiram com suas famílias em automóveis de Al-Mayadin em direção ao estado-maior do Daesh em Haydar. Depois chegaram os helicópteros e os levaram para lugar desconhecido.

As forças governamentais sírias começaram a operação da libertação da cidade de Al‑Mayadin no início de setembro e, em 14 de outubro, a cidade foi totalmente libertada do Daesh.

Em setembro uma fonte diplomática e militar confirmou à Sputnik que, em agosto, a Força Aérea norte-americana evacuou mais de 20 chefes militares do Daesh e seus combatentes mais próximos de Deir ez-Zor em direção ao norte da Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas