Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Exército russo testa com sucesso novo míssil interceptor (VÍDEO)

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou um vídeo mostrando o teste do novo sistema de defesa antimísseis.


Sputnik

Os testes decorreram no polígono de Sary-Shagan, Cazaquistão, sendo realizados pelas tropas de defesa antiaérea e antimíssil da Força Aeroespacial da Rússia. O interceptor de mísseis modernizado atingiu com sucesso o alvo convencional.


Sistema da defesa antimíssil russo
Sistema de defesa antimíssil russo © Sputnik/ Aleksei Filipov

O sistema de defesa antimíssil está no serviço da Força Aeroespacial russa, defendendo Moscou de ataques do ar. Outra tarefa do sistema é apoiar os sistemas de alerta sobre ataques de mísseis e de controle do espaço cósmico.

Agora a defesa da capital russa é assegurada pelo sistema antimísseis A-135. O desenvolvimento começou em 1971, enquanto os primeiros testes foram realizados em 1979. O A-135 é composto por um radar Don-2N, um posto de controlo e baterias equipadas com interceptores 53T6.

Em 2014, começaram os testes de interceptores do novo sistema de defesa antimíssil A-235.




Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas