Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Exército russo testa com sucesso novo míssil interceptor (VÍDEO)

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou um vídeo mostrando o teste do novo sistema de defesa antimísseis.


Sputnik

Os testes decorreram no polígono de Sary-Shagan, Cazaquistão, sendo realizados pelas tropas de defesa antiaérea e antimíssil da Força Aeroespacial da Rússia. O interceptor de mísseis modernizado atingiu com sucesso o alvo convencional.


Sistema da defesa antimíssil russo
Sistema de defesa antimíssil russo © Sputnik/ Aleksei Filipov

O sistema de defesa antimíssil está no serviço da Força Aeroespacial russa, defendendo Moscou de ataques do ar. Outra tarefa do sistema é apoiar os sistemas de alerta sobre ataques de mísseis e de controle do espaço cósmico.

Agora a defesa da capital russa é assegurada pelo sistema antimísseis A-135. O desenvolvimento começou em 1971, enquanto os primeiros testes foram realizados em 1979. O A-135 é composto por um radar Don-2N, um posto de controlo e baterias equipadas com interceptores 53T6.

Em 2014, começaram os testes de interceptores do novo sistema de defesa antimíssil A-235.




Postar um comentário

Postagens mais visitadas