Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Governo estadunidense planeja entregar US$ 47 milhões à Ucrânia para comprar armas

O Conselho de Segurança Nacional dos EUA decidiu recomendar ao presidente do país, Donald Trump, que aloque à Ucrânia uma doação no valor de US$ 47 milhões (mais de R$ 150 milhões) para a futura compra de armamentos estadunidenses, inclusive sistemas antitanque Javelin.


Sputnik

O respectivo relato foi efetuado pela emissora ABC citando fontes anônimas no Departamento de Estado dos EUA.


Soldados lançam míssil Javelin
Lançamento do míssil Javelin por soldados norte-americanos | United States Army/Domínio público

A Casa Branca argumenta este passo com a necessidade de "conter a agressão por parte dos separatistas pró-russos", afirma o canal.

Entretanto, não foi especificado quando o líder norte-americano vai receber essas recomendações financeiras em relação à Ucrânia. Para que a proposta entre em vigor, ela deve ser aprovada pelo Congresso.

Formalmente, o Conselho de Segurança Nacional dos EUA se absteve de fazer comentários.

Na quinta-feira (16) passada, o Senado dos EUA, depois da Câmara dos Representantes, enviou o orçamento de defesa para 2018 ao presidente por via de procedimento simplificado, dado que o documento inclui, particularmente, a alocação de US$ 4,6 bilhões (quase R$ 15 bilhões) para "conter a Rússia na Europa".

O valor total do orçamento, por sua vez, somou US$ 692 bilhões (mais de R$ 2.200 bilhões) e pressupõe, inclusive, a ajuda militar à Ucrânia no valor de US$ 350 milhões (mais de R$ 1.100 milhões), sendo que metade desta soma pode ser entregue só na sequência das reformas ucranianas na esfera militar.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas