Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Militar da Aeronáutica é morto em tentativa de assalto dentro de túnel no Centro do Rio, diz PM

Vítima foi identificada como coronel da reserva da FAB Ialdo Pimentel. Caso ocorreu na pista sentido Rodoviária, por volta das 7h desta quarta-feira.


Por G1 Rio


Numa possível tentativa de assalto dentro do Túnel Marcello Alencar, na Zona Portuária do Rio, um militar da reserva acabou baleado e morto na manhã desta quarta-feira (15). O caso ocorreu por volta das 7h, na pista sentido Rodoviária Novo Rio. A Polícia Militar identificou a vítima como o coronel da Aeronáutica Ialdo Pimentel, de 66 anos.

Resultado de imagem para uma possível tentativa de assalto dentro do Túnel Marcello Alencar, na Zona Portuária do Rio, um militar da reserva acabou baleado e morto na manhã desta quarta-feira (15). O caso ocorreu por volta das 7h, na pista sentido Rodoviária Novo Rio. A Polícia Militar identificou a vítima como o coronel da Aeronáutica Ialdo Pimentel, de 66 anos. De acordo com testemunhas, ele estava em um carro preto com a mulher quando foi abordado por criminosos. Ele teria s assustado e acelerou o carro. Nisso, os bandidos atiraram a atingiram o coronel. Segundo as primeiras informações, três tiros foram disparados. O coronel morreu no local. A mulher do coronel não foi ferida. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Capital. Só esse ano os casos de latrocínio cresceram 17% na comparação com 2016. "Foi tudo muito rápido, né cara? A gente passa naquele túnel ali, como é que você vai imaginar que dentro de um túnel o pessoal vai te parar pra tentar assaltar? Ele só percebeu quando o rapaz botou a arma pro lado de fora do carro, mandando ele parar. Ele não parou, ele ficou um pouco assustado e acelerou. No que acelerou, o veículo acelerou também, voltou a emparelhar ao lado dele e efetuou três disparos", afirmou a testemunha. Durante toda a manhã, pelo menos uma faixa do túnel ficou fechada ao tráfego por policiais do 5º BPM (Harmonia) para o trabalho de perícia e remoção do corpo e do carro. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios.
Reprodução

De acordo com testemunhas, ele estava em um carro preto com a mulher quando foi abordado por criminosos. Ele teria s assustado e acelerou o carro. Nisso, os bandidos atiraram a atingiram o coronel. Segundo as primeiras informações, três tiros foram disparados. O coronel morreu no local. A mulher do coronel não foi ferida. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Capital. Só esse ano os casos de latrocínio cresceram 17% na comparação com 2016.

"Foi tudo muito rápido, né cara? A gente passa naquele túnel ali, como é que você vai imaginar que dentro de um túnel o pessoal vai te parar pra tentar assaltar? Ele só percebeu quando o rapaz botou a arma pro lado de fora do carro, mandando ele parar. Ele não parou, ele ficou um pouco assustado e acelerou. No que acelerou, o veículo acelerou também, voltou a emparelhar ao lado dele e efetuou três disparos", afirmou a testemunha.

Durante toda a manhã, pelo menos uma faixa do túnel ficou fechada ao tráfego por policiais do 5º BPM (Harmonia) para o trabalho de perícia e remoção do corpo e do carro. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios.

Postar um comentário