Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

No Rio, chefe de missões de paz da ONU visita fragata que levará militares brasileiros ao Líbano

Em visita oficial ao Brasil, o subsecretário-geral das Nações Unidas para as operações de paz, Jean-Pierre Lacroix, visitou a fragata “Independência”, que levará o novo contingente de militares brasileiros para a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL).


ONU

Na tarde desta terça-feira (28), o subsecretário-geral das Nações Unidas para as operações de paz, Jean-Pierre Lacroix, visitou a fragata “Independência”, que levará o novo contingente de militares brasileiros para a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL).


No Rio de Janeiro, chefe de missões de paz da ONU, Jean-Pierre Lacroix, visita fragata que levará militares brasileiros ao Líbano. Foto: UNIC Rio/Maurizio Giuliano
No Rio de Janeiro, chefe de missões de paz da ONU, Jean-Pierre Lacroix, visita a fragata que levará militares brasileiros ao Líbano | ONU

O representante da ONU está em visita oficial de dois dias ao país.

“A contribuição do Brasil, além dos números – que foram muito importantes –, foi significativa do ponto de vista da estratégia, da capacidade dos brasileiros de implementar projetos e ideias inovadoras, que foram muito importantes para estabelecer uma relação de confiança com a população e o governo haitiano”, afirmou mais cedo Lacroix ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

“O comportamento das tropas brasileiras no Haiti e em outros lugares foi sempre exemplar. Isto para nós é muito importante. Temos uma política de zero tolerância em relação aos casos de abusos sexuais, então essa tradição de conduta e disciplina, de respeito às regras, é muito importante.”

Na segunda-feira (27), Lacroix visitou a capital brasileira e se encontrou com diversas autoridades. Ele também fez uma palestra a cerca de 100 pessoas, entre militares e civis, reunido no auditório do Ministério da Defesa. O subsecretário-geral destacou que os resultados positivos das missões de paz dependem de uma comunidade internacional unida, e defendeu “apoio ao processo político”.

Lacroix enfatizou também a importância de foco nas missões prioritárias. “O tempo dos mandatos multidimensionais complexos ficou para trás”, afirmou.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas