Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Noruega renova Força Aérea com novos F-35

A Força Aérea da Noruega recebeu três caças F-35A nesta sexta-feira no âmbito do programa para renovar a sua frota de aeronaves F-16, que estão ficando obsoletas.


Sputnik

O fato marca a primeira entrega de aeronaves de quinta geração da Lockheed à Força Aérea da Noruega na base aérea de Norways Orland, informou o portal Aviationist. A empresa já tinha fornecido caças do modelo F-35 à base da Força Aérea da Noruega de Luke, em 2015, onde o equipamento foi utilizado para treinamento de pilotos.


Caça F-35 da Força Aérea de Israel
F-35 da Força Aérea de Israel © AP Photo/ Ariel Schalit

A Noruega pretende montar uma frota de 52 caças do modelo F-35 e a Lockheed concordou em realizar entregas de seis jatos anuais a partir de 2018.

De acordo com o portal Defense Industry Daily, Noruega realizou uma licitação para escolher entre os caças F-35A e Saab JAS 39 Gripen atualizado. O governo norueguês acabou escolhendo o F-35, tornando-se o primeiro comprador não norte-americano da aeronave em dezembro de 2008.

Na quinta-feira, o Pentágono anunciou a suspenção de todas as entregas do F-35 ente 21 de setembro a 20 de outubro, após problemas de corrosão no corpo da nave.

Além dos militares dos EUA, a Coréia do Sul, Japão, Austrália, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, Israel, Holanda, Noruega, Turquia e Reino Unido estão programados para implantar aeronaves F-35, de acordo com o site corporativo da Lockheed.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas