Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

Noruega renova Força Aérea com novos F-35

A Força Aérea da Noruega recebeu três caças F-35A nesta sexta-feira no âmbito do programa para renovar a sua frota de aeronaves F-16, que estão ficando obsoletas.


Sputnik

O fato marca a primeira entrega de aeronaves de quinta geração da Lockheed à Força Aérea da Noruega na base aérea de Norways Orland, informou o portal Aviationist. A empresa já tinha fornecido caças do modelo F-35 à base da Força Aérea da Noruega de Luke, em 2015, onde o equipamento foi utilizado para treinamento de pilotos.


Caça F-35 da Força Aérea de Israel
F-35 da Força Aérea de Israel © AP Photo/ Ariel Schalit

A Noruega pretende montar uma frota de 52 caças do modelo F-35 e a Lockheed concordou em realizar entregas de seis jatos anuais a partir de 2018.

De acordo com o portal Defense Industry Daily, Noruega realizou uma licitação para escolher entre os caças F-35A e Saab JAS 39 Gripen atualizado. O governo norueguês acabou escolhendo o F-35, tornando-se o primeiro comprador não norte-americano da aeronave em dezembro de 2008.

Na quinta-feira, o Pentágono anunciou a suspenção de todas as entregas do F-35 ente 21 de setembro a 20 de outubro, após problemas de corrosão no corpo da nave.

Além dos militares dos EUA, a Coréia do Sul, Japão, Austrália, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, Israel, Holanda, Noruega, Turquia e Reino Unido estão programados para implantar aeronaves F-35, de acordo com o site corporativo da Lockheed.


Postar um comentário