Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

'O mais mortífero': mídia estrangeira fala do submarino russo mais recente (video)

A mídia estrangeira publicou matérias sobre o novo submarino russo Knyaz Vladimir que foi lançado à agua recentemente.


Sputnik

O Daily Mail, por exemplo, chamou o submarino de "o mais mortífero no mundo". O jornal destaca que submarino está equipado com 20 mísseis (na verdade são 16) balísticos intercontinentais R-30 Bulava que dispõem de ogivas múltiplas de 150 quilotons cada uma. O submarino pode lançar misseis à distância de até 9,3 mil km. Para além disso, o submarino pode navegar à profundidade de quase 400 m, o que o torna quase invisível para os radares.


Resultado de imagem para submarino Knyaz Vladimir
O novo submarino russo Knyaz Vladimir | Reprodução

Destaca-se ainda que o concorrente americano do Knyaz Vladimir, o submarino Ohio, porta 24 mísseis Trident II com menos alcance e o próprio submarino tem menor capacidade de imersão.

Os artigos da mídia são acompanhados com comentários contraditórios.

"Parece que eles estão anos mais à frente quando se trata destas coisas", escreve o Solution.

A maioria das armas russas é velharia que vai se desfazer até ao café da manhã. Não importa o que dizem os vossos líderes. A Rússia não é uma superpotência e a OTAN, graças aos EUA, esmagaria facilmente essa velharia", comentou BetterDeadThanRed.

Outros destacaram a liderança da Rússia no desenvolvimento de armas e sublinharam que é muito importante cooperar com Moscou.

Knyaz Vladimir é o quarto submarino do projeto 955 Borei. O submarino entrará em serviço da Frota do Norte já em 2018.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas