Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Pentágono: ONU permitiu aos EUA combater na Síria

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, considera que a ONU permitiu aos EUA combater no território sírio porque a organização adotou diversas resoluções contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia).


Sputnik

"A ONU declarou que, em princípio, podemos perseguir os terroristas. Estamos ali para eliminá-los", disse ele, respondendo à pergunta sobre a base jurídica da presença militar dos EUA na Síria.


Sede do Pentágono em Washington, EUA
Sede do Pentágono, Washington, EUA © AFP 2017/ STAFF

"Entretanto, isso não significa que simplesmente saiamos e ali surja de novo um Daesh 2.0, e finjamos que estamos surpreendidos. Precisamos de avançar [nas negociações] em Genebra sob a égide da ONU", sublinhou ele.

O Conselho de Segurança da ONU não autorizou a intervenção militar dos EUA na Síria.

As autoridades sírias qualificam a presença militar norte-americana no território do seu país como ilegal, porque é realizada sem a permissão do governo do país. A Rússia, por sua vez, realiza ataques aéreos contra posições terroristas na Síria a pedido de Damasco.


Postar um comentário