Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

PropHiper - Mais rápido do que uma bala

Pesquisadores brasileiros desenvolvem veículo aéreo que se deslocará em velocidade hipersônica
DefesaNet

Se tudo correr como planejado, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizará dentro de dois anos o ensaio em voo do primeiro motor aeronáutico hipersônico feito no país. O teste integra um projeto mais amplo cujo objetivo é dominar o ciclo de desenvolvimento de veículos hipersônicos, que voam, no mínimo, a cinco vezes a velocidade do som, ou Mach 5.
Mach é uma unidade de medida de velocidade correspondente a cerca de 1.200 quilômetros por hora (km/h). O programa é coordenado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAv), um dos centros de pesquisa do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da FAB, em parceria com a empresa Orbital Engenharia, ambos de São José dos Campos (SP).

Além do motor hipersônico, o projeto Propulsão Hipersônica 14-X (PropHiper), iniciado em 2006, prevê a construção de um veículo aéreo não tripulado (VANT), onde o motor será instalado. Batizado de 14-X, …

Pentágono qualifica interceptação de avião dos EUA por um Su-30 russo como 'insegura'

Um caça russo Su-30 interceptou em forma "insegura" um avião norte-americano P-8A Poseidon no sábado passado (25) quando o P-8A estava voando sobre o mar Negro, informou o Pentágono.


Sputnik

"O avião norte-americano estava operando no espaço aéreo internacional e não fez nada para provocar este comportamento russo", disse em 28 de novembro ao canal de televisão CNN a porta-voz do Pentágono, Michelle Baldanza.


Caça Sukhoi Su-30SM
Sukhoi Su-30SM © Sputnik/ Vladimir Astapkovich

Segundo ela, o Su-30 russo passou em frente do avião dos EUA da direita para a esquerda ativando seus pós-combustores (que permitem um aumento rápido de potência).

A manobra foi considerada uma "interação insegura" porque fez com que o P-8 enfrentasse "uma inclinação de 15 graus e violenta turbulência".

O Su-30 aproximou-se do avião norte-americano a uma distância de apenas 15,2 metros, afirmou a porta-voz.

Trata-se da primeira aproximação perigosa entre um avião norte-americano e uma aeronave russa em meses. A Rússia ainda não comentou essa afirmação.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas