Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Netanyahu: Irã está criando exército contra Israel

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, acusou Israel de violar o direito internacional e avisou Tel Aviv sobre as consequências caso o país continue seguindo a mesma linha anti-Irã. Em resposta, o primeiro-ministro israelense respondeu que a Guarda Revolucionária Iraniana pretende destruir o seu país.
Sputnik

Falando durante a sessão do Estado-Maior General das Forças de Defesa Israelenses (IDF, sigla em inglês), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou as recentes declarações de Teerã em relação a Tel Aviv.


"Hoje ouvi o que disse o chanceler iraniano, acusando Israel de violar direito internacional. Trata-se do ministro do Exterior de um país que envia drones militares contra Israel e mísseis contra a Arábia Saudita. Também ouvi palavras moderadas, e há um abismo enorme entre as palavras e as ações da Guarda Revolucionária [Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica] que está construindo um exército contra Israel com o objetivo declarado…

Perigo nos céus: caças norte-americanos F-35 estão enferrujados

O Pentágono foi forçado a adiar a entrega dos caças F-35 em 30 dias ao descobrir sinais de corrosão em algumas partes do avião, informou a agência Reuters, citando fontes do Pentágono e da empresa Lockheed Martin.


Sputnik

De acordo com a agência, agentes da Força Aérea dos EUA descobriram "corrosão que excede os limites técnicos" durante manutenção rotineira em setembro na base aérea de Hill, localizada no estado de Utah. No total, mais de 250 aviões pertencentes a Washington e aos seus aliados apresentaram esse problema.


Caça F-35 da Força Aérea dos Estados Unidos, foto de arquivo
Caça F-35 da USAF © AP Photo/ Rick Bowmer

Segundo o Pentágono, a razão principal da ferrugem dos aviões F-35 é a falta de uma capa de proteção em certas partes da fuselagem.

Entretanto, a corrosão não afetou a produção desses aviões, tampouco foi qualificado como um "problema de segurança", apesar de o Pentágono ter admitido que a falha deve ser resolvida em breve para "impedir a formação de mais corrosão".

O F-35 realizou o seu primeiro voo em 15 de dezembro de 2006. A mídia norte-americana já classificou o F-35 como "catástrofe nacional" dos EUA, indicando uma série de falhas no avião apesar da enorme quantidade de dinheiro gasta em sua produção.


Postar um comentário