Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

TOA - MPF quer que Exército consulte indígenas antes de instalar microcentral hidrelétrica no Tumucumaque

Comunidades indígenas têm direito à consulta prévia, livre e informada sempre que empreendimentos afetem seu território
MPF | DefesaNet

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que determine à União, na figura do Exército Brasileiro, não instalar microcentral hidrelétrica na terra indígena do Parque do Tumucumaque (AP), até que sejam atendidos todos os requisitos constitucionais para a exploração de recursos hídricos em terra indígena. Além disso, há também a necessidade de avaliação dos impactos socioambientais do empreendimento, bem como a consulta livre, prévia e informada aos indígenas. A ação foi protocolada em 11 de outubro.

A microcentral tem o objetivo de fornecer energia elétrica para propiciar autonomia ao pelotão, composto por 45 militares, localizado na faixa de fronteira entre Brasil e Suriname, no parque do Tumucumaque. Atualmente, os militares contam apenas com oito horas diárias de energia elétrica, dependendo integralmente de geradores a diesel, óleo cujo trans…

Perigo nos céus: caças norte-americanos F-35 estão enferrujados

O Pentágono foi forçado a adiar a entrega dos caças F-35 em 30 dias ao descobrir sinais de corrosão em algumas partes do avião, informou a agência Reuters, citando fontes do Pentágono e da empresa Lockheed Martin.


Sputnik

De acordo com a agência, agentes da Força Aérea dos EUA descobriram "corrosão que excede os limites técnicos" durante manutenção rotineira em setembro na base aérea de Hill, localizada no estado de Utah. No total, mais de 250 aviões pertencentes a Washington e aos seus aliados apresentaram esse problema.


Caça F-35 da Força Aérea dos Estados Unidos, foto de arquivo
Caça F-35 da USAF © AP Photo/ Rick Bowmer

Segundo o Pentágono, a razão principal da ferrugem dos aviões F-35 é a falta de uma capa de proteção em certas partes da fuselagem.

Entretanto, a corrosão não afetou a produção desses aviões, tampouco foi qualificado como um "problema de segurança", apesar de o Pentágono ter admitido que a falha deve ser resolvida em breve para "impedir a formação de mais corrosão".

O F-35 realizou o seu primeiro voo em 15 de dezembro de 2006. A mídia norte-americana já classificou o F-35 como "catástrofe nacional" dos EUA, indicando uma série de falhas no avião apesar da enorme quantidade de dinheiro gasta em sua produção.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas