Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Mais 2 palestinos morrem após ataque israelense na Faixa de Gaza

Total de mortos chega a 4 após Israel atacar a Faixa de Gaza e atingir militantes do Hamas; confrontos começaram após Donald Trump reconhecer Jerusalém como capital israelense.
Por G1

Mais dois palestinos morreram neste sábado (9) em um ataque aéreo israelense na Faixa de Gaza contra alvos do movimento palestino Hamas. A Defesa de Israel disse que o bombardeio foi uma resposta a um foguete lançado pelo Hamas na sexta-feira. Os confrontos começaram após o presidente norte-americano, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como a capital israelense nesta semana.

"Na manhã de sábado, equipes de resgate encontraram os corpos de dois palestinos que morreram em ataques aéreos israelenses na noite passada no norte da Faixa de Gaza", disse o porta-voz Ashraf Al Qedra.

Com essas duas mortes, subiu para quatro o número de palestinos mortos desde a última sexta-feira (8). Já são mais de 300 feridos desde que o grupo islâmico voltou a atacar Israel, após a decisão do governo americano, tomada na…

Primeiro lançamento do míssil BrahMos-A por caça Su-30MKI na Índia (VIDEO)

Conforme relatado pelo Ministério da Defesa da Índia e pela Joint-Venture BrahMos Aerospace Indo-Russa, foi realizado o primeiro lançamento de teste prático do míssil supersônico BrahMos-A (agora chamado de BrahMos Air Launched Cruise Missile – ALCM) do caça Su-30MKI.


Poder Aéreo

O voo do caça foi realizado a partir do aeródromo da empresa de construção de aviões indianos Hindustan Aeronautics Limited (HAL) em Nasik. Um lançamento bem sucedido foi feito em um alvo na Baía de Bengala.




O míssil BrahMos-A, criado nos interesses da Força Aérea da Índia desde 2008 com a participação russa ativa da joint venture BrahMos Aerospace e da Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa (DRDO) do Ministério da Defesa da Índia, tem uma massa inicial de cerca de 2,5 toneladas e é uma versão ligeiramente mais leve do BrahMos baseado no solo. O míssil BrahMos-A foi projetado para destruir alvos marítimos e alvos terrestres. O alcance oficial declarado é de 290 km.

O primeiro voo de demonstração do caça Su-30MKI da Força Aérea da Índia com um modelo em grande escala do BrahMos-A ocorreu em Nasik em 25 de junho de 2016 e, em 7 de outubro de 2016, o primeiro lançamento de massa do míssil por um caça Su-30MKI.

Até à data, dois caças indianos Su-30MKI foram modificados para os testes com o BrahMos-A na Irkutsk Aviation Plant da Irkut Corporation e, mais tarde, a Força Aérea Indiana planeja modernizar 48 aeronaves de combate Su-30MKI na instalação da HAL em Nasik.

Já em outubro de 2012, o comitê de segurança do governo da Índia aprovou a compra de mais de 200 mísseis BrahMos-A para a Força Aérea no valor de cerca de 6.000 crores de rúpias (cerca de 936 milhões de dólares) para a IAF. Em 13 de novembro de 2017 no show aéreo em Dubai, o vice-presidente russo da joint venture BrahMos Aerospace Alexander Maksichev disse que o fornecimento da série BrahMos-A da Força Aérea Indiana deve começar a partir de janeiro de 2018.

A BrahMos Aerospace é uma empresa conjunta da Associação de Engenharia Mecânica da Investigação e Produção da Sociedade Militar Industrial Russa JSC (agora membro da Tactical Missile Arms Corporation) e DRDO, e vem operando desde 1998. O BrahMos, fornecido pela BrahMos Aerospace JV, é a derivação do míssil anti-navio russo 3M55 “Onyx” (“Yakhont”) desenvolvimento da JSC “Military-Industrial Corporation” Associação Científica e de Produção de Engenharia Mecânica”.



Postar um comentário