Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Programa de armamento da Rússia vai priorizar dissuasão nuclear

A prioridade no novo programa de armamento estatal da Rússia será voltada para a dissuasão nuclear, além de dar uma especial atenção às armas de alta precisão. A informação foi divulgada pelo vice-ministro da Defesa da Rússia, Yuri Borisov, nesta quinta-feira (23).


Sputnik

"A primeira prioridade, é claro, é dada ao desenvolvimento de sistemas de dissuasão nuclear como o principal ramo das forças armadas para garantir a segurança do nosso país em qualquer tipo de conflito", disse ele. 


Portões em frente ao Ministério da Defesa da Rússia
Portões do Ministério da Defesa da Rússia © Sputnik/ Evgeny Byatov

Além disso, foi destacado que "uma atenção particular é voltada às armas de alta precisão", pois, de acordo com ele, "esta é uma tendência atual em todos os conflitos militares".

Na última terça-feira (23), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou que as Forças Armadas da Rússia receberam mais de 3.400 peças de equipamentos militares modernizados e novos no âmbito do programa estatal de compras de armas em 2017.

Nos últimos meses, a Rússia acelerou seus testes de mísseis balísticos, mostrou seu poder militar e implantou muitas armas e equipamentos no território sírio, onde atua desde setembro de 2015.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas