Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Rússia anuncia data do primeiro voo de 'cisne branco' modernizado

O Tu-160M2, a versão modernizada do mais avançado bombardeiro estratégico soviético, conhecido como "cisne branco", realizará seu primeiro voo a partir do aeródromo da fábrica aeronáutica de Kazan em fevereiro de 2018, informou uma fonte do complexo industrial-militar russo.


Sputnik

"O avião, com o número de registo 804, finalizado com base no avião soviético, será transportado do hangar de montagem da fábrica de Kazan para a instalação de provas em novembro de 2017", declarou a fonte.


Um bombardeiro estratégico Tu-160
Tupolev Tu-160 da Rússia © flickr.com/ cryogenic666

O avião militar será capaz de realizar as mesmas tarefas que as 16 unidades de Tu-160 que já estão no serviço das Forças Armadas russas. O modelo 804 servirá como protótipo do Tu-160M2.

Em 2015 o Ministério da Defesa da Rússia anunciou seus planos de reiniciar a produção dos porta-mísseis estratégicos Tu-160 em sua versão modernizada e adiar o prazo final de desenvolvimento do bombardeio estratégico de nova geração PAK DA.

A produção em série dos Tu-160M2 deve começar em 2023. A Força Aeroespacial russa planeja adquirir pelo menos 50 bombardeiros estratégicos desse tipo.

Altos funcionários do ministério russo sublinharam que o modelo modernizado representa “um novo avião dentro de uma fuselagem conhecida”, destacando a atualização de todo o equipamento, sistemas e armamentos.

O Tu-160 é bombardeiro estratégico capaz de transportar mísseis de cruzeiro dotados de ogivas convencionais e nucleares. Esta classe de aviões, junto com outro bombardeiro estratégico, o Tu-95MS, constituem o componente aéreo da tríade nuclear russa, composta ainda por sistemas de mísseis terrestres e submarinos atômicos.


Postar um comentário