Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Rússia anuncia data do primeiro voo de 'cisne branco' modernizado

O Tu-160M2, a versão modernizada do mais avançado bombardeiro estratégico soviético, conhecido como "cisne branco", realizará seu primeiro voo a partir do aeródromo da fábrica aeronáutica de Kazan em fevereiro de 2018, informou uma fonte do complexo industrial-militar russo.


Sputnik

"O avião, com o número de registo 804, finalizado com base no avião soviético, será transportado do hangar de montagem da fábrica de Kazan para a instalação de provas em novembro de 2017", declarou a fonte.


Um bombardeiro estratégico Tu-160
Tupolev Tu-160 da Rússia © flickr.com/ cryogenic666

O avião militar será capaz de realizar as mesmas tarefas que as 16 unidades de Tu-160 que já estão no serviço das Forças Armadas russas. O modelo 804 servirá como protótipo do Tu-160M2.

Em 2015 o Ministério da Defesa da Rússia anunciou seus planos de reiniciar a produção dos porta-mísseis estratégicos Tu-160 em sua versão modernizada e adiar o prazo final de desenvolvimento do bombardeio estratégico de nova geração PAK DA.

A produção em série dos Tu-160M2 deve começar em 2023. A Força Aeroespacial russa planeja adquirir pelo menos 50 bombardeiros estratégicos desse tipo.

Altos funcionários do ministério russo sublinharam que o modelo modernizado representa “um novo avião dentro de uma fuselagem conhecida”, destacando a atualização de todo o equipamento, sistemas e armamentos.

O Tu-160 é bombardeiro estratégico capaz de transportar mísseis de cruzeiro dotados de ogivas convencionais e nucleares. Esta classe de aviões, junto com outro bombardeiro estratégico, o Tu-95MS, constituem o componente aéreo da tríade nuclear russa, composta ainda por sistemas de mísseis terrestres e submarinos atômicos.


Postar um comentário