Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Rússia reforça controle sobre áreas de lançamento de mísseis balísticos dos EUA

Durante os últimos cinco anos, a Rússia lançou 55 aparelhos espaciais militares, reforçando o controle sobre as áreas de lançamento dos mísseis balísticos norte-americanos, comunicou o chefe do Estado-Maior General russo, Valery Gerasimov.


Sputnik

Ele assinalou que durante este período foram realizados lançamentos de aparelhos espaciais do grupo de satélites orbitais da Rússia, o que por sua vez "permitiu reforçar o controle sobre as áreas de lançamento de mísseis balísticos na parte continental da América do Norte e nas áreas de patrulhamento de submarinos estrangeiros".


Lançamento de míssil balístico Minuteman III (foto de arquivo)
Lançamento de míssil balístico norte-americano Minuteman III © AP Photo/ Foto de arquivo, Força Aérea dos EUA

De acordo com ele, "durante estes cinco anos foi expandido o grupo orbital, foram lançados 55 aparelhos espaciais militares, foi criado um novo sistema de foguetes Angara, permitindo o lançamento de cargas úteis para todos os tipos de órbitas terrestres baixas a partir do território da Rússia".

"No futuro, o desenvolvimento do sistema permitirá executar um controle global permanente sobre as áreas de lançamento de mísseis balísticos", frisou o chefe do Estado-Maior. Ele sublinhou que o grupo de aparelhos espaciais permitirá assegurar rapidamente comunicação de alta qualidade, bem como a recepção de vários tipos de informações pelas autoridades políticas e militares do país e suas tropas.


Postar um comentário