Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Rússia reforça controle sobre áreas de lançamento de mísseis balísticos dos EUA

Durante os últimos cinco anos, a Rússia lançou 55 aparelhos espaciais militares, reforçando o controle sobre as áreas de lançamento dos mísseis balísticos norte-americanos, comunicou o chefe do Estado-Maior General russo, Valery Gerasimov.


Sputnik

Ele assinalou que durante este período foram realizados lançamentos de aparelhos espaciais do grupo de satélites orbitais da Rússia, o que por sua vez "permitiu reforçar o controle sobre as áreas de lançamento de mísseis balísticos na parte continental da América do Norte e nas áreas de patrulhamento de submarinos estrangeiros".


Lançamento de míssil balístico Minuteman III (foto de arquivo)
Lançamento de míssil balístico norte-americano Minuteman III © AP Photo/ Foto de arquivo, Força Aérea dos EUA

De acordo com ele, "durante estes cinco anos foi expandido o grupo orbital, foram lançados 55 aparelhos espaciais militares, foi criado um novo sistema de foguetes Angara, permitindo o lançamento de cargas úteis para todos os tipos de órbitas terrestres baixas a partir do território da Rússia".

"No futuro, o desenvolvimento do sistema permitirá executar um controle global permanente sobre as áreas de lançamento de mísseis balísticos", frisou o chefe do Estado-Maior. Ele sublinhou que o grupo de aparelhos espaciais permitirá assegurar rapidamente comunicação de alta qualidade, bem como a recepção de vários tipos de informações pelas autoridades políticas e militares do país e suas tropas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas