Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Seul responde ao lançamento de Pyongyang com simulação de 'ataque de precisão' (VÍDEO)

Após 75 dias de pausa, a Coreia do Norte realizou outro teste de míssil balístico, causando agitação por todo o mundo. A vizinha Coreia do Sul não tardou a responder, testando seu próprio arsenal.


Sputnik

O Estado-Maior Conjunto sul-coreano anunciou que Seul efetuou exercícios de mísseis minutos após Pyongyang ter lançado seu míssil balístico intercontinental (ICBM) na manhã de quarta-feira.


O míssil sul-coreano Hyunmoo II, lançado durante um exercício em resposta ao teste de míssil norte-coreano, 29 de novembro de 2017
Míssil sul-coreano Hyunmoo II lançado durante exercício em resposta ao teste do míssil norte-coreano © REUTERS/ Ministério da Defesa/Yonhap

"As Forças Armadas da Coreia do Sul mostraram sua forte determinação e capacidade de conter a ameaça da Coreia do Norte ao realizar exercícios de mísseis de tiro real após a provocação", disse o chefe do Estado-Maior Conjunto, general Jeong Kyeong-doo, citado pela agência Yonhap.

O simulacro de "ataque de precisão" foi efetuado cerca de seis minutos após o lançamento do míssil norte-coreano.

O vídeo, publicado pelo portal de notícias The Intel Crab, mostra três lançamentos consecutivos rodeados por fumaça. Os mísseis teriam atingido seus alvos, localizados no mar a 50 metros da costa.

Seul realizou os exercícios em resposta à Coreia do Norte, que lançou esta madrugada "um míssil balístico não identificado em direção ao mar do Japão [também conhecido como mar do Leste] […] por volta das 3:17 da manhã [hora local]", segundo o Estado-Maior Conjunto sul-coreano.

Segundo as estimativas sul-coreanas, o ICBM da Coreia do Norte, Hwasong-15, percorreu uma distância de 965 quilômetros, atingindo uma altitude de cerca de 4.500 quilômetros, tornando-se o voo mais longo e de maior altitude até agora.


Postar um comentário