Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

Tanques russos T-62M se converteram em rifles de alta precisão na Síria

Durante os combates pela libertação de Deir ez-Zor, os tanques russos T-62M demonstraram habilidades incomuns. As fotos publicadas na internet confirmam o seu potencial.


Sputnik

Depois de ocupar as alturas da cidade de Deir ez-Zor, os tanques T-62M se converteram em verdadeiros rifles de alta precisão, segundo Lev Romanov, correspondente do jornal Vestnik Mordovii.


Resultado de imagem para t-62m syria
Tanque T-62M na Síria | Reprodução internet

Os tanques foram usados ​​para atingir com precisão os alvos dos terroristas graças ao seu sistema avançado de controle de disparos, que possui um telescópio a laser, uma visão telescópica TSHSM-41U e um computador balístico. O alcance de um tiro direto com um projétil de calibre 115, dependendo da altura do alvo, pode alcançar um alvo à uma distância entre 1.870 e 2.260 metros, informa Romanov.

O correspondente lembrou que o T-62 foi usado da mesma forma no Afeganistão e durante as operações antiterroristas no Cáucaso do Norte, durante os combates em Grozny, na Chechênia.

Além disso, os tanques T-62M podem usar mísseis guiados. Até agora, no entanto, não há confirmação visual dessa informações.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas