Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Diferentes e parecidos: em que aspectos F-16 e MiG-29 se desafiam

Famoso, leve, universal e ainda relevante: há 40 anos, em 15 de agosto de 1978, a Força Aérea dos EUA adotou em serviço um caça multifuncional de quarta geração – o F-16.
Sputnik

No total, até 2018, mais de 4.500 aeronaves desse tipo foram construídas. Por sua produção em massa o "falcão de ataque", como os pilotos batizaram respeitosamente a aeronave, é um recorde mundial absoluto entre os caças leves. E por suas capacidades de voo e combate o F-16 figura ao mesmo nível dos principais concorrentes – os caças soviéticos e russos MiG-29.

Nesta matéria, a Sputnik apresenta as semelhanças e diferenças entre esses projetos, implementados quase simultaneamente.

Pequeno e armado

Na década de 1970, antes da introdução do caça pesado F-15 Eagle, a Força Aérea dos EUA percebeu que necessitava de um aparelho mais barato, simples e tecnologicamente avançado – um caça tático leve para obter superioridade aérea local. Cinco empresas norte-americanas apresentaram seus projetos. O Pentágono con…

Trump sobre situação 'potencialmente trágica' na Coreia do Norte: 'devemos atuar rápido'

O presidente dos EUA, Donald Trump declarou, durante sua visita à China, acreditar que "haja uma solução" para a crise coreana.


Sputnik

No âmbito da sua viagem à China, o líder estadunidense qualificou a crise na península coreana como "potencialmente trágica" e insistiu que é preciso recorrer à ajuda russa para mediá-la.


O presidente dos EUA, Donald Trump, e seu homólogo chinês, Xi Jinping
Donald Trump e Xi Jinping © REUTERS/ Jonathan Ernst

Nessa conexão, ele afirmou ao seu homólogo chinês, Xi Jinping, que "se deve atuar rápido" no que se refere ao problema da Coreia do Norte.

Donald Trump visita a China como parte da sua digressão pela Ásia e se reuniu com o presidente desse país. Este, por sua vez, disse esperar que o encontro produza resultados "positivos e importantes".

Trata-se do terceiro encontro entre Donald Trump e Xi Jinping durante esse ano. O primeiro teve lugar na residência do mandatário estadunidense de Mar-a-Lago (Flórida, EUA) em abril. Em seguida, ambos os líderes se reuniram no âmbito da cúpula do G20 que teve lugar em Hamburgo (Alemanha) em julho.

Durante sua viagem asiática de 12 dias, Trump já discutiu a crise coreana com os líderes do Japão e da Coreia do Sul. Os três países decidiram continuar exercendo pressão sobre Pyongyang.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas