Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

'Caixão sobre rodas': o que mostram soldados ucranianos a seus colegas dos EUA (VÍDEO)

Os internautas ridicularizaram no YouTube os exercícios militares das Forças Armadas da Ucrânia, realizados durante a visita da delegação da Guarda Nacional da Califórnia (EUA) ao país.


Sputnik

No vídeo é possível observar os militares ucranianos que mostram a seus colegas estadunidenses como se treinam os soldados e demonstram as armas que as Forças Armadas ucranianas possuem. Isto foi suficiente para iniciar uma discussão. A razão foi a perplexidade dos ucranianos provocada pelo simulador que calcula os sistemas de mísseis antiaéreos portáteis, demonstrado pela delegação estadunidense.


Veículo blindado das Forças Armadas da Ucrânia
Blindado e tropas da Ucrânia © Sputnik/ Stringer

Alguns internautas compararam a maquinaria com "o vagão de um parque de diversões". Outros a chamaram de "carrinho de mão puxado por corda". Mas o "elogio" mais popular para a tecnologia ucraniana foi feito por aqueles que a batizaram de "caixão sobre rodas", considerando sua forma.

Assim, os internautas ridicularizaram os exercícios demonstrativos do Exército ucraniano realizados no âmbito da chegada da Guarda Nacional da Califórnia à Ucrânia.

"A funerária mais forte do continente", escreveu um dos internautas, perguntando se "está nos trilhos".

Outras armas que os ucranianos mostraram aos colegas estadunidenses também não se tornaram um motivo para orgulho, e alguns aconselharam os soldados de Kiev a não tentar ensinar à delegação mais "realizações".



Postar um comentário