Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Coalizão contra o EI intensifica bombardeios no nordeste da Síria

A coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos aumentou nas últimas 24 horas os bombardeios contra posições do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no leste da província síria de Deir ez-Zor, informou nesta segunda-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

A fonte destacou que a aliança internacional, que oferece cobertura aérea às operações das Forças da Síria Democrática (FSD), um agrupamento liderado por milícias curdas, teve como alvo as zonas de Hayin, Al Shafa, Al Kashkie, Abu Humam e Abu Hardub.


Resultado de imagem para bombardeio coalizao na siria
Bombardeio na Síria | Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

Estes bombardeios coincidiram com fogo de artilharia nos combates entre as FSD e o EI em Abu Hardub, cujo controle as milícias curdas e seus aliados tentam tomar.

Atualmente os jihadistas tentam defender as 11 cidades que ainda estão sob seu poder na metade leste de Deir ez-Zor, após ter recuado nos últimos meses nessa parte da província frente às FSD.

Entretanto, grupos do EI contra-atacaram nas últimas horas nas áreas em poder das forças governamentais sírias no oeste da província.

Os extremistas fizeram atentados com carros-bomba e suicidas com coletes de explosivos na faixa de território que se estende entre as cidades da Abu Kamal e Al Mayadin, na margem oeste do rio Eufrates, apontou o Observatório.

Apesar de terem perdido terreno de forma significativa para as tropas governamentais desde setembro, os radicais ainda têm o controle de partes do oeste de Deir ez-Zor.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas