Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Coalizão contra o EI intensifica bombardeios no nordeste da Síria

A coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos aumentou nas últimas 24 horas os bombardeios contra posições do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no leste da província síria de Deir ez-Zor, informou nesta segunda-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

A fonte destacou que a aliança internacional, que oferece cobertura aérea às operações das Forças da Síria Democrática (FSD), um agrupamento liderado por milícias curdas, teve como alvo as zonas de Hayin, Al Shafa, Al Kashkie, Abu Humam e Abu Hardub.


Resultado de imagem para bombardeio coalizao na siria
Bombardeio na Síria | Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

Estes bombardeios coincidiram com fogo de artilharia nos combates entre as FSD e o EI em Abu Hardub, cujo controle as milícias curdas e seus aliados tentam tomar.

Atualmente os jihadistas tentam defender as 11 cidades que ainda estão sob seu poder na metade leste de Deir ez-Zor, após ter recuado nos últimos meses nessa parte da província frente às FSD.

Entretanto, grupos do EI contra-atacaram nas últimas horas nas áreas em poder das forças governamentais sírias no oeste da província.

Os extremistas fizeram atentados com carros-bomba e suicidas com coletes de explosivos na faixa de território que se estende entre as cidades da Abu Kamal e Al Mayadin, na margem oeste do rio Eufrates, apontou o Observatório.

Apesar de terem perdido terreno de forma significativa para as tropas governamentais desde setembro, os radicais ainda têm o controle de partes do oeste de Deir ez-Zor.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas