Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Novas incursões sauditas matam 5 civis iemenitas em Hudaydah

Pelo menos cinco civis foram mortos e vários outros ficaram feridos quando caças da Arábia Saudita realizaram uma série de ataques aéreos contra um bairro residencial na província costeira de Hudaydah, no Iêmen, enquanto o regime de Riad continua com sua campanha de bombardeio contra seu vizinho empobrecido.
Pars Today

Fontes locais, falando sob condição de anonimato, disseram à rede de televisão al-Masirah que aviões militares sauditas lançaram três ataques aéreos contra uma área no distrito de al-Hali, localizada a 150 quilômetros a sudoeste da capital Sana, na quinta-feira. tarde.


As fontes acrescentaram que cinco pessoas perderam a vida nos ataques, enquanto outras sofreram ferimentos.

Durante o dia, aviões de guerra sauditas atingiram o aeroporto de Sa'ada e a base militar de Kahlan, situada a 3 quilômetros a nordeste da cidade montanhosa do noroeste de Saada, com bombas de fragmentação.

Coreia do Sul realizará manobras de defesa das ilhas disputadas com o Japão

A Coreia do Sul está se preparando para realizar em 28 e 29 de dezembro as manobras de defesa dos Rochedos de Liancourt, um pequeno grupo de ilhas no mar do Leste disputadas com o Japão, anunciou esta quinta-feira (28), o Estado-Maior das forças navais sul-coreanas.


Sputnik

"Desde 28 de dezembro, em dois dias, as Forças Armadas realizarão manobras regulares de defesa das ilhas de Dokdo [nome dos Rochedos de Liancourt dado pelos locais coreanos], que fazem parte do território da República da Coreia, contra a agressão de forças externas", lê-se no comunicado do Estado-Maior, citando pela agência Yonhap.


Ilhas disputadas Takeshima (Dokdo) no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste)
Ilhas Takeshima (Dokdo) no Mar do Japão © AP Photo/ Korea Pool

Durante as manobras, sendo a segunda desde a chegada do presidente Moon Jae-in ao poder, serão envolvidos todos os tipos de tropas deste país.

Na última vez, as manobras foram realizadas em 15 de junho.

Provavelmente, o Japão expressará protesto contra as manobras sul-coreanas já que considera as ilhas como sendo sua parte, atribuindo-lhes o nome de Takeshima.


Postar um comentário