Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Crianças do Afeganistão são nova arma do Daesh

Na área de Darzab da província de Jawzjan, na fronteira com Turcomenistão, cerca de 300 jovens combatentes do Daesh passam treinamento, comunicou o administrador regional Baz Mohammad Dawar à agência de notícias afegã Pajhwok.


Sputnik

Segundo informa a Pajwok, citando Baz Mohammad Dawar, os terroristas do Daesh contratam crianças e jovens de até 20 anos de idade, pagando a cada uma de 434 a 580 dólares. 


Residentes afegãos em burcas
Mulheres e crianças afegãs © AFP 2017/ SHAH Marai

Fahima Sadat, deputada do Parlamento do Afeganistão da província de Jawzjan, afirma que hoje em dia 95% do território da província está sob controle de terroristas devido à falta de iniciativas por parte do governo.

"Quando os terroristas do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) chegaram a Jawzjan, o povo se mostrou preocupado e o governo prometeu libertar o território, mas até hoje não tomou qualquer medida", comunicou Fahima Sadat à Sputnik Dari.

De acordo com ela, moradores dos distritos de Darzab e Qushtapa confirmam que os militantes do Daesh trouxeram consigo cerca de "20-40 crianças de 9 a 14 anos para as áreas afastadas dos distritos". As suas famílias não sabem onde os filhos estão e o que fazem. De acordo com Sadat, os terroristas treinam estas crianças como homens-bomba.

Sadat acredita que o desemprego é a razão que leva os adolescentes a aderirem ao Daesh. Embora não se saiba exatamente quanto eles ganham aí, ela afirma que o seu rendimento é "3 vezes maior que o salário dos soldados do exército nacional".

Entretanto, o porta-voz do Ministério da Defesa do Afeganistão Dawlat Waziri negou a informação de que os terroristas controlam 50% do território do país e afirmou que o governo "garante a segurança em 34 províncias e em mais de 400 distritos do Afeganistão", afirmando que o Daesh já foi derrotado em várias províncias. De acordo com ele, o fato de haver atentados terroristas não significa que o território seja controlado por eles.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas