Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

Defesa dos EUA emite alerta após encontrar panfletos de propaganda norte-coreana em bases

As Forças Armadas dos Estados Unidos emitiram um alerta na última quinta-feira pedindo aos seus soldados para ficarem em estado de alerta após a descoberta de vários panfletos de propaganda da Coreia do Norte em bases dos EUA na Coreia do Sul.


Sputnik

De acordo com o Stars & Stripes, os folhetos foram encontrados após a fuga de um soldado norte-coreano, através da zona desmilitarizada, para o sul. 


Poster com propaganda norte-coreana, culpando EUA e países hostis pelas sanções: Todas as regiões dos EUA estão ao alcance dos nossos mísseis agora!
Poster com propaganda norte-coreana culpando os EUA e países hostis pelas sanções © REUTERS/ KCNA

"Dado o número de cidadãos estrangeiros com acesso às nossas instalações militares, via emprego, patrocínio e programas de parceria, o potencial para ameaças internas é sempre uma realidade", advertiu a Defesa norte-americana. "É essencial que os nossos homens relatem todas as propagandas e indivíduos suspeitos para as autoridades competentes, para ajudar a mitigar potenciais ameaças".

Segundo as Forças Armadas dos EUA, aqueles que distribuem esse tipo de panfleto têm como interesse atrapalhar as operações e a prontidão das tropas americanas para "lutar nesta noite".


Postar um comentário