Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Dois foguetes foram lançados contra Israel a partir da Faixa de Gaza

O exército israelense informou nesta quinta-feira (7) que dois foguetes foram lançados a partir do enclave palestino da Faixa de Gaza contra o território israelense.


Sputnik

Sirenes soaram em Israel em vários locais ao redor do norte da Faixa de Gaza em um dia de tensões crescentes após manifestações no enclave palestino e na Cisjordânia. Uma série de intensas manifestações de palestinos ocorreram em protesto ao anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, na quarta-feira, sobre o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel.


Fumaça e chamas são vistas na sequência do que testemunhas disseram ter sido um ataque aéreo israelense, a leste da Cidade de Gaza - 5 de outubro de 2016
Ataque israelense a Gaza © REUTERS/ Ahmed Zakot

"Estamos cientes dos lançamentos de dois foguetes que caíram nos territórios palestinos", disse um porta-voz do exército à Sputnik.

O lançamento dos foguetes ainda não foi reivindicado por grupos militantes na Faixa de Gaza.

A Organização para a Libertação da Palestina se pronunciou afirmando que o comunicado do presidente dos EUA sobre o reconhecimento de Jerusalém como capital israelense "destruiu a solução de dois estados" para o conflito entre Israel e Palestina.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas