Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por meio do Egito, Hamas pede a Israel que cesse fogo na Faixa de Gaza

O movimento Hamas pediu a Israel que cesse fogo por meio da mediação egípcia e prometeu interromper os confrontos na fronteira como parte do acordo, disse uma fonte política israelense à Sputnik.
Sputnik

"O Hamas teve um grande golpe ontem e o movimento pediu um cessar-fogo através do Egito, prometendo interromper o 'terror incendiário e nas cercas fronteiriças'", disse a fonte.

Segundo a mesma pessoa, Israel considera o Egito como fiador da implementação do cessar-fogo.

"Os egípcios são os garantidores nesta questão, mas em qualquer caso, o desenvolvimento da situação dependerá de ações reais. Se o Hamas violar o cessar-fogo, pagará um preço ainda maior", acrescentou a fonte.

Esses arranjos foram alcançados após bombardeios maciços das instalações do Hamas no enclave, que se seguiram ao assassinato de um soldado israelense na sexta-feira.

Este foi o segundo cessar-fogo entre Israel e o Hamas, coordenado pelo Egito nas últimas duas semanas. No último sábado, a Fo…

Estado-Maior russo anuncia derrota total dos terroristas na Síria

As Forças Armadas da Rússia cumpriram sua tarefa de derrotar o grupo terrorista Daesh na Síria, declarou o chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, Sergei Rudskoy.


Sputnik

Segundo Rudskoy, no último mês as tropas sírias apoiadas por militares russos libertaram dos militantes a cidade de Al-Bukamal e várias povoações na margem ocidental do rio Eufrates. Durante a ofensiva de cinco dias contra o último bastião do Daesh foram eliminados 550 terroristas, destruídos seis tanques e 14 jihad-mobiles.


Avião russo na base aérea de Hmeymim, na Síria
Sukhoi Su-30 em base aérea russa na Síria © Sputnik/ Dmitry Vinogradov

No momento, não restou nenhum povoado controlado pelo Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) na Síria, informou o representante do Estado-Maior General russo.

O militar não exclui que nos territórios libertados possam surgir grupos separados de sabotagem do Daesh, mas assegurou que serão destruídos pelas tropas governamentais sírias que possuem "unidades móveis especialmente preparadas".

Rudskoy sublinhou que a participação da aviação russa na última fase da operação antiterrorista foi de "escala sem precedentes". Cada dia, aviões russos realizaram pelo menos 100 voos e 250 ataques apoiando soldados sírios.

Bombardeiros Tu-22M3 realizaram no último mês 14 ataques conjuntos contra posições terroristas.

Após a derrota do Daesh, os militares russos se concentrarão em observar o cumprimento do cessar-fogo.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas