Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

EUA confirmam acordo com Israel contra o Irã

Um representante da Casa Branca confirmou o acordo firmado entre os Estados Unidos e Israel para se opor ao Irã.


Sputnik

"As duas delegações chegaram ao consenso sobre o quadro geral da futura cooperação no âmbito das atividades de agressão por parte do Irã", disse o representante da Casa Branca à agência Sputink.


Irã, olhe por onde anda! EUA e Israel estão atrás de você
Irã, olhe por onde anda! EUA e Israel estão atrás de você © SPUTNIK/ VITALY PODVITSKY

Mais cedo a imprensa divulgou informações de que os EUA e Israel chegaram ao acordo referente ao plano para contenção da influência iraniana no Oriente Médio.

Segundo diversas informações divulgadas, uma reunião foi realizada na Casa Branca, em Washington, entre os representantes de Tel Aviv e da atual administração norte-americana, durante a qual as partes concordaram em conter as atividades e a influência do Teerã na região.


Postar um comentário