Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Exército do Sudão do Sul e rebeldes entram em confronto horas após cessar-fogo

Partes trocaram acusações sobre quem iniciou conflito na cidade de Koch. Acordo tinha sido assinado no dia 21 de dezembro e entrado em vigor na manhã deste domingo (24).


Reuters


O exército do Sudão do Sul entrou em conflito com rebeldes em um região produtora de petróleo no domingo (24), disseram as duas parte, interrompendo um cessar-fogo horas após ele entrar em vigor.

Resultado de imagem para sudão do sul guerra
Reprodução

As partes trocaram acusações sobre o início do conflito na cidade de Koch. De acordo com uma fonte humanitária, 17 trabalhadores de ajuda humanitária fugiram da violência. Não havia detalhes imediatos sobre fatalidades.

O governo e os grupos rebeldes assinaram um cessar-fogo na quinta-feira, na mais recente tentativa de terminar uma guerra civil de quatro anos e deixar os grupos humanitários chegar a civis.

O cessar-fogo entrou formalmente em vigor na manhã de domingo, mas o conflito ocorreu logo na sequência, segundo um relatório de ajuda humanitária visto pela Reuters.

"Nossas forças enfrentaram fogo pesado nesta manhã em Koch", disse Dickson Gatluak, porta-voz do lado do governo.

O porta-voz dos rebeldes Lam Paul Gabriel disse que o exército atacou primeiro e as forças rebeldes estavam agora perseguindo soldados do governo pela cidade.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas