Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Exército sírio cerca fortaleza terrorista próximos a Damasco

As forças do governo sírio cercaram uma fortaleza de militantes do Jabhat Fatah al Sham (anteriormente conhecido como Frente Nusra) em um assentamento a sudoeste de Damasco, informou a mídia local.


Sputnik

De acordo com a agência estatal de notícias SANA, as unidades do exército sírio, em cooperação com as forças da milícia, expulsaram os terroristas de uma posição estratégica como resultado de intensos confrontos ao leste do povoado de Beit Jinn.


Exército sírio está combatendo Frente al-Nusra ao leste do Damasco
Exército sírio está combatendo a Frente al-Nusra a leste de Damasco © Sputnik. Sputnik Árabe

A guerra civil síria tem deixado um rastro de destruição durante seis anos, com forças do governo lutando contra ambos grupos de oposição sírios, que se esforçam para derrubar o presidente Bashar Assad e numerosos grupos extremistas e terroristas, como o Daesh (Estado Islâmico) e o Jabhat Fatah al-Sham.

As Forças Aeroespaciais Russas têm apoiado as forças do governo sírio em sua luta contra os terroristas desde 2015 a pedido do presidente sírio. Em 11 de dezembro, o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou a retirada de uma parte significativa das tropas russas da Síria apenas alguns dias depois de ter anunciado uma vitória "completa" sobre o Estado Islâmico no país.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas