Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Exército sírio cerca fortaleza terrorista próximos a Damasco

As forças do governo sírio cercaram uma fortaleza de militantes do Jabhat Fatah al Sham (anteriormente conhecido como Frente Nusra) em um assentamento a sudoeste de Damasco, informou a mídia local.


Sputnik

De acordo com a agência estatal de notícias SANA, as unidades do exército sírio, em cooperação com as forças da milícia, expulsaram os terroristas de uma posição estratégica como resultado de intensos confrontos ao leste do povoado de Beit Jinn.


Exército sírio está combatendo Frente al-Nusra ao leste do Damasco
Exército sírio está combatendo a Frente al-Nusra a leste de Damasco © Sputnik. Sputnik Árabe

A guerra civil síria tem deixado um rastro de destruição durante seis anos, com forças do governo lutando contra ambos grupos de oposição sírios, que se esforçam para derrubar o presidente Bashar Assad e numerosos grupos extremistas e terroristas, como o Daesh (Estado Islâmico) e o Jabhat Fatah al-Sham.

As Forças Aeroespaciais Russas têm apoiado as forças do governo sírio em sua luta contra os terroristas desde 2015 a pedido do presidente sírio. Em 11 de dezembro, o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou a retirada de uma parte significativa das tropas russas da Síria apenas alguns dias depois de ter anunciado uma vitória "completa" sobre o Estado Islâmico no país.


Postar um comentário