Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Força Aérea Israelense ataca as posições do Hamas na Faixa de Gaza

A Força Aérea de Israel realizou um ataque contra as posições dos combatentes do Hamas na Faixa de Gaza, em retaliação aos mísseis lançados por palestinos na sexta-feira, informou a assessoria de imprensa do Exército de Israel.


Sputnik

O exército de Israel também declarou considerar o ataque palestino de sexta-feira uma tentativa do Irã de desestabilizar a situação na região.


Caça F-35 da Força Aérea de Israel
F-35 Lightning II da Força Aérea de Israel © AP Photo/ Ariel Schalit

"Em resposta ao ataque de mísseis de ontem contra Sha'ar HaNegev e Sdot Negev, no sul de Israel, hoje à noite os caças da Força Aérea de Israel realizou um ataque contra um ponto de observação da organização terrorista Hamas no sul da Faixa de Gaza", informou a nota do exército divulgada na noite deste sábado.

A assessoria de imprensa do Exército de Israel destacou que o ataque palestino de sexta-feira "prova que o Irã está buscando desestabilizar a situação" na região.

"O sério incidente desta sexta-feira prova mais uma vez que o Irã, através de organizações radicais e terroristas busca desestabilizar a situação, colocando em risco as vidas da população da Faixa de Gaza, o que pode provocar mais um episódio de escalação, após diversos anos de paz", afirma o comunicado.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas