Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Força Aérea Israelense ataca as posições do Hamas na Faixa de Gaza

A Força Aérea de Israel realizou um ataque contra as posições dos combatentes do Hamas na Faixa de Gaza, em retaliação aos mísseis lançados por palestinos na sexta-feira, informou a assessoria de imprensa do Exército de Israel.


Sputnik

O exército de Israel também declarou considerar o ataque palestino de sexta-feira uma tentativa do Irã de desestabilizar a situação na região.


Caça F-35 da Força Aérea de Israel
F-35 Lightning II da Força Aérea de Israel © AP Photo/ Ariel Schalit

"Em resposta ao ataque de mísseis de ontem contra Sha'ar HaNegev e Sdot Negev, no sul de Israel, hoje à noite os caças da Força Aérea de Israel realizou um ataque contra um ponto de observação da organização terrorista Hamas no sul da Faixa de Gaza", informou a nota do exército divulgada na noite deste sábado.

A assessoria de imprensa do Exército de Israel destacou que o ataque palestino de sexta-feira "prova que o Irã está buscando desestabilizar a situação" na região.

"O sério incidente desta sexta-feira prova mais uma vez que o Irã, através de organizações radicais e terroristas busca desestabilizar a situação, colocando em risco as vidas da população da Faixa de Gaza, o que pode provocar mais um episódio de escalação, após diversos anos de paz", afirma o comunicado.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas