Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Homem-bomba mata 5 civis em frente a agência de inteligência de Cabul

Estado Islâmico reivindicou autoria do atentado, na manhã desta segunda-feira (25). Outras duas pessoas ficaram feridas após ataque.


Por G1


Pelo menos 5 pessoas morreram e outras duas ficaram feridas após um ataque suicida em Cabul, no Afeganistão, na manhã desta segunda-feira (25). O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado.

Forças de segurança do Afeganistão fecham acesso a agência de inteligência em Cabul após atentado nesta segunda-feira (25) (Foto: REUTERS/Omar Sobhani)
Forças de segurança do Afeganistão fecham acesso a agência de inteligência em Cabul após atentado nesta segunda-feira (25) (Foto: REUTERS/Omar Sobhani)

O ataque aconteceu nas proximidade de uma das principais agências de inteligência do Afeganistão. Segundo a agência Reuters, o autor do atentado ainda não foi identificado. Ele teria chegado a pé ao local e vestia um colete com explosivos.

Todas as vítimas do homem-bomba eram pedestres que passavam em frente ao Diretório Nacional de Segurança.

A explosão ocorre uma semana depois de o Estado Islâmico reivindicar um ataque a uma instalação de treinamento da mesma agência, que terminou com os terroristas mortos.

Em um comunicado emitido através da agência de notícias do grupo, o Estado Islâmico disse que também estava atrás do ataque desta segunda-feira.

Postar um comentário