Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Índia testa mais uma vez seu antimíssil supersônico AAD

A Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa da Índia (DRDO, na sigla em inglês) realizou um novo e bem-sucedido teste de seu míssil interceptor supersônico conhecido como AAD, sigla em inglês para defesa aérea avançada.


Sputnik

Lançado da ilha Abdul Kalam a leste da costa do estado de Orissa, o AAD destruiu um míssil balístico a uma altura de 30 quilômetros sobre o golfo de Bengala.


Lançamento de um míssil interceptor supersônico AAD
CC BY 2.5 / Sniperz11 / Launching of Advanced Air Defence (AAD) missile

"Foi uma missão brilhante, o míssil interceptor atingiu diretamente o alvo, isso abre o caminho para incorporá-lo nas Forças Armadas antes do esperado", comentou uma fonte militar, citada pelo jornal The New Indian Express.

Projetado por engenheiros locais, o AAD é um míssil que tem 7,5 metros de comprimento, menos de meio metro de diâmetro e pesa 1,2 tonelada.

Consiste em uma única etapa, utiliza combustível sólido e pode destruir mísseis balísticos a uma altura de até 25 ou 30 quilômetros.

O teste de 28 de dezembro foi o terceiro deste ano. Os testes passados do AAD aconteceram em meados de fevereiro e no início de março.


Comentários

Postagens mais visitadas