Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Índia testa mais uma vez seu antimíssil supersônico AAD

A Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa da Índia (DRDO, na sigla em inglês) realizou um novo e bem-sucedido teste de seu míssil interceptor supersônico conhecido como AAD, sigla em inglês para defesa aérea avançada.


Sputnik

Lançado da ilha Abdul Kalam a leste da costa do estado de Orissa, o AAD destruiu um míssil balístico a uma altura de 30 quilômetros sobre o golfo de Bengala.


Lançamento de um míssil interceptor supersônico AAD
CC BY 2.5 / Sniperz11 / Launching of Advanced Air Defence (AAD) missile

"Foi uma missão brilhante, o míssil interceptor atingiu diretamente o alvo, isso abre o caminho para incorporá-lo nas Forças Armadas antes do esperado", comentou uma fonte militar, citada pelo jornal The New Indian Express.

Projetado por engenheiros locais, o AAD é um míssil que tem 7,5 metros de comprimento, menos de meio metro de diâmetro e pesa 1,2 tonelada.

Consiste em uma única etapa, utiliza combustível sólido e pode destruir mísseis balísticos a uma altura de até 25 ou 30 quilômetros.

O teste de 28 de dezembro foi o terceiro deste ano. Os testes passados do AAD aconteceram em meados de fevereiro e no início de março.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas