Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Netanyahu: Irã está criando exército contra Israel

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, acusou Israel de violar o direito internacional e avisou Tel Aviv sobre as consequências caso o país continue seguindo a mesma linha anti-Irã. Em resposta, o primeiro-ministro israelense respondeu que a Guarda Revolucionária Iraniana pretende destruir o seu país.
Sputnik

Falando durante a sessão do Estado-Maior General das Forças de Defesa Israelenses (IDF, sigla em inglês), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou as recentes declarações de Teerã em relação a Tel Aviv.


"Hoje ouvi o que disse o chanceler iraniano, acusando Israel de violar direito internacional. Trata-se do ministro do Exterior de um país que envia drones militares contra Israel e mísseis contra a Arábia Saudita. Também ouvi palavras moderadas, e há um abismo enorme entre as palavras e as ações da Guarda Revolucionária [Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica] que está construindo um exército contra Israel com o objetivo declarado…

Iraque anuncia controle total de fronteira com a Síria, último reduto do EI

O primeiro-ministro do Iraque, Haider al Abadi, anunciou neste sábado que o exército do país retomou o controle de toda a fronteira com a Síria, o último reduto que o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) mantinha em território iraquiano.


EFE

"As nossas forças conseguiram o controle total das fronteiras com a Síria", garantiu Abdadi em um pronunciamento aos meios de comunicação em Bagdá.


EFE/EPA/Ali Abbas
EFE/EPA/Ali Abbas

O primeiro-ministro acrescentou que "a vitória foi conquistada graças à unidade de todos os iraquianos na luta contra um inimigo que não pensava que veríamos neste dia".

Por sua parte, o subcomandante das forças iraquianas conjuntas, Abdelamir Yarala, confirmou o final da guerra contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) após a recuperação dos últimos territórios que os jihadistas controlavam junto à fronteira com a Síria, nas províncias de Ninawa e Al Anbar.

"Foi consumada a libertação de todos os territórios do Iraque dos grupos do Daesh (acrônimo em árabe do EI) e nossas forças controlam as fronteiras entre o Iraque e a Síria desde a passagem fronteiriça de Al Walid até a de Rabia", detalhou Yarala em um comunicado.

O Estado Islâmico lançou no verão de 2014 uma ampla ofensiva na Síria e no Iraque, e ocupou uma grande parte do território iraquiano, onde em 10 de junho desse ano tomou o controle de Mossul, a segunda maior cidade do país e o principal núcleo urbano que os jihadistas chegaram a dominar.


Postar um comentário