Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Israel responde ao foguete lançado da Faixa de Gaza com ataque a postos palestinos

O exército israelense atacou duas instalações militares na Faixa de Gaza em resposta ao disparo de projéteis do território palestino. A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do exército israelense.


Sputnik

Anteriormente, foi informado que um foguete foi lançado contra o território israelense, mais não alcançaram Israel e caíram dentro do enclave palestino.


Caça israelita F-16
Caças F-16 da Força Aérea de Israel © AFP 2017/ JACK GUEZ

"Pouco tempo antes, dois projéteis foram disparados do norte de Gaza e explodiram ao sul de Israel. Em resposta a esses projéteis disparados contra Israel durante o dia, um tanque e uma aeronave das Forças de Defesa de Israel atacaram dois postos de terror em Gaza", escreveu o serviço de imprensa da Forças de Defesa de Israel em seu blog oficial do Twitter.

As tensões no Oriente Médio se elevaram após o anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, na quarta-feira, sobre o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel, causando uma serie de intensas manifestações do lado palestino.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas