Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Líder supremo do Irã critica plano dos EUA de transferir embaixada para Jerusalém

O líder supremo iraniano, Ali Khamenei, criticou a decisão de Washington de relocar a embaixada a Jerusalém, chamando-a de incompetente e fracassada.


Sputnik

O líder supremo iraniano criticou a decisão de Washington de relocar a embaixada a Jerusalém, referindo-se ao passo norte-americano como incompetente e fracassado, comunicou a agência Reuters.


Líder supremo iraniano, Ali Khamenei, discursa em reunião em Teerã, Irã, outubro de 2017
Líder do Irã Ali Khamenei © AP Photo/ Sem credencial

Mais cedo na quarta-feira (6), a Casa Branca declarou que o presidente norte-americano, Donald Trump, ordenará que o Departamento de Estado inicie o processo de transferência da embaixada norte-americana em Israel de Tel Aviv a Jerusalém.

"Eles declaram que querem anunciar Quds como capital da Palestina ocupada, é por causa de sua incompetência e fracasso", disse Khamenei, usando a palavra árabe para denominar Jerusalém.

Donald Trump deve vir a anunciar nesta quarta-feira (6) que os EUA reconhecem Jerusalém como capital de Israel, transferindo sua embaixada para a cidade, o que deveria ter sido feito há muito tempo, mas foi adiado para evitar complicações entre países.

Na terça-feira (5), Donald Trump falou separadamente por telefone com líderes de países do Oriente Médio – Israel, Palestina, Jordânia, Egito e Arábia Saudita – sobre a possibilidade de transferência da embaixada.

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz Al Saud, chamou a atenção de Trump reforçando que qualquer decisão dos EUA quanto ao status de Jerusalém antes da resolução completa da crise entre Israel e Palestina "danificaria as negociações de paz e aumentaria tensões na região".

"Esse passo perigoso atingirá sentimentos de muçulmanos de todo o mundo, que estimam a importância de Jerusalém e da Mesquita Al-Aqsa", disse ele.


Comentários

Postagens mais visitadas