Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Militares russos e sírios garantem entrega de ajuda humanitária à cidade síria de Afrin

Funcionários militares russos e sírios garantiram a chegada de um comboio de ajuda humanitária do Comitê Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho Árabe Sírio para a cidade síria de Afrin. A informação foi divulgada pelo Centro Russo para a Reconciliação da Síria.


Sputnik

"As forças do governo sírio e o Centro Russo para a Reconciliação da Síria garantiram a segurança da chegada do comboio humanitário do Comitê Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho Árabe Sírio para a cidade de Afrin, na província de Aleppo", diz o comunicado.


Refugiados no distrito de Afrin, Curdistão sírio, 11 de fevereiro de 2016
Refugiados de Afrin, Curdistão sírio © Sputnik/ Hikmet Durgun

Foi relatado também que representantes do Centro Russo e as Nações Unidas na Síria estudaram a situação humanitária na província oriental de Deir ez-Zor, preparando propostas de cooperação na região.

A região de Deir ez-Zor tem sido cenário de constantes bombardeios da artilharia e das Forças Aéreas russa e síria contra as posições do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico). Os militantes buscam impedir o avanço da infantaria síria com ataques de homens e carros-bomba.


Postar um comentário