Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Ministério da Defesa russo: EUA nunca tiveram nem terão seu 'próprio céu' na Síria

Segundo o Ministério russo, as declarações do exército norte-americano que na Síria existe parte do espaço aéreo pertencente aos EUA provocam perplexidade.


Sputnik

"As declarações dos representantes do exército norte-americano de que na Síria existe uma parte do espaço aéreo que pertence aos EUA provocam perplexidade", declarou o representante oficial do Ministério da Defesa russo major-general Igor Konashenkov.


Caças das Forças Armadas dos EUA durante operação nos céus da Síria
F/A 18 dos EUA em operação na Síria © flickr.com/ U.S. Department of Defense

Além disso, ele indicou que a maioria das aproximações entre caças russos e norte-americanos na área do Vale do Eufrates está ligada às tentativas da aviação estadunidense de criar obstáculos para a aviação russa na liquidação de terroristas do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia).

Foi assim que os militares russos reagiram às declarações dos representantes do Pentágono, feitas durante uma entrevista à CNN, de que a Força Aeroespacial Russa efetua alegadamente aproximações perigosas aos aviões norte-americanos na Síria, entrando "no nosso espaço aéreo [dos EUA] a leste do rio Eufrates".


Comentários

Postagens mais visitadas