Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Morde e assopra: EUA negam possibilidade de negociação com a Coreia do Norte

Não há condições de negociar com a Coreia do Norte enquanto Pyongyang não "melhorar fundamentalmente o seu comportamento", afirmou a Casa Branca.


Sputnik

"Dado o teste de mísseis mais recente da Coreia do Norte, claramente agora não é o tempo [para negociações]", disse o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca à Reuters.


Sósias do presidente dos EUA, Donald Trump, e do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un
Sósias de Kim Jong-un e Donald Trump © AFP 2017/ Anthony Wallace

Nesta semana, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmou que pode sentar na mesa de negociações com a Coreia do Norte "a qualquer momento que eles quiserem e estamos prontos para ter o primeiro encontro sem pré-condições".

Não é a primeira vez declarações de Tillerson são negadas pela própria Casa Branca ou até mesmo pelo presidente Donald Trump. Em setembro, o secretário de Estado afirmou estar buscando o diálogo com Pyongyang, mas Trump afirmou que ele estava perdendo tempo. "Salve sua energia Rex. Faremos o que tem que ser feito!", disse Trump.


Postar um comentário