Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vídeo mostra momento do encontro do submarino argentino Ara San Juan

Profissionais que operavam um dos veículos submarinos foram os primeiros a ver em tela as imagens da embarcação, que estava desaparecida desde 15 de novembro do ano passado. Submarino foi localizado a 907 metros de profundidade.
Por G1

Um vídeo divulgado neste domingo (18) mostra as primeiras imagens do submarino Ara San Juan, no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. O encontro foi anunciado pela Marinha da Argentina na madrugada de sábado.


No vídeo é possível ver quando a equipe que opera um dos veículos que fazia as buscas vê a embarcação pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia.

O Ara San Juan desapareceu em 15 de novembro de 2017, com 44 pessoas a bordo, e sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma á…

Morde e assopra: EUA negam possibilidade de negociação com a Coreia do Norte

Não há condições de negociar com a Coreia do Norte enquanto Pyongyang não "melhorar fundamentalmente o seu comportamento", afirmou a Casa Branca.


Sputnik

"Dado o teste de mísseis mais recente da Coreia do Norte, claramente agora não é o tempo [para negociações]", disse o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca à Reuters.


Sósias do presidente dos EUA, Donald Trump, e do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un
Sósias de Kim Jong-un e Donald Trump © AFP 2017/ Anthony Wallace

Nesta semana, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmou que pode sentar na mesa de negociações com a Coreia do Norte "a qualquer momento que eles quiserem e estamos prontos para ter o primeiro encontro sem pré-condições".

Não é a primeira vez declarações de Tillerson são negadas pela própria Casa Branca ou até mesmo pelo presidente Donald Trump. Em setembro, o secretário de Estado afirmou estar buscando o diálogo com Pyongyang, mas Trump afirmou que ele estava perdendo tempo. "Salve sua energia Rex. Faremos o que tem que ser feito!", disse Trump.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas