Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Novo MiG-41 russo será capaz de 'caçar' mísseis hipersônicos

O novo caça interceptor russo MiG-41 poderá neutralizar ataques de mísseis hipersônicos, tornando-se o avião mais rápido do mundo, afirmou o presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação (câmara alta do parlamento russo), Viktor Bondarev, ao canal russo Zvezda.


Sputnik

"Supõe-se que o MiG-41 vá ser o mais rápido caça do mundo e, além disso, invisível aos radares. Poderá resistir não apenas a ameaças convencionais de baixa manobrabilidade como mísseis de cruzeiro, bombardeiros, drones, mas também às de mísseis hipersônicos", sublinhou Victor Bondarev, citado pelo Zvezda.


Resultado de imagem para mig 41
Concepção artística do MiG-41.

De acordo com o ex-militar, o alcance deste avião variará entre 700 e 1.500 quilômetros. Engenheiros aeronáuticos russos planejam armá-los com mísseis R-37 da classe ar-ar e outros projéteis novos.

O senador assegurou que a Rússia receberá o novo interceptor antes de 2028, ano em que expirará o prazo de serviço do caça russo MiG-31. Atualmente, engenheiros estão realizando tarefas de investigação e desenvolvimento experimental do MiG-41.

"É muito cedo para falar do novo caça em serviço; o mais provável é que ele entre em ação depois de 2025", afirmou.

A corporação russa MiG está trabalhando no conceito de um novo interceptor de longo alcance e pode começar a construir o avião em 2018. Anteriormente, a Corporação de Aeronaves Unidas, da qual faz parte a MiG, anunciou que o início dos trabalhos depende da aprovação do novo programa estatal de armamento da Rússia.

Anteriormente, Ilya Tarasenko, diretor-geral da corporação MiG, declarou que o herdeiro do MiG-31, ou seja, o MiG-41, "será furtivo e capaz de operar no espaço".


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas