Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Novo MiG-41 russo será capaz de 'caçar' mísseis hipersônicos

O novo caça interceptor russo MiG-41 poderá neutralizar ataques de mísseis hipersônicos, tornando-se o avião mais rápido do mundo, afirmou o presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação (câmara alta do parlamento russo), Viktor Bondarev, ao canal russo Zvezda.


Sputnik

"Supõe-se que o MiG-41 vá ser o mais rápido caça do mundo e, além disso, invisível aos radares. Poderá resistir não apenas a ameaças convencionais de baixa manobrabilidade como mísseis de cruzeiro, bombardeiros, drones, mas também às de mísseis hipersônicos", sublinhou Victor Bondarev, citado pelo Zvezda.


Resultado de imagem para mig 41
Concepção artística do MiG-41.

De acordo com o ex-militar, o alcance deste avião variará entre 700 e 1.500 quilômetros. Engenheiros aeronáuticos russos planejam armá-los com mísseis R-37 da classe ar-ar e outros projéteis novos.

O senador assegurou que a Rússia receberá o novo interceptor antes de 2028, ano em que expirará o prazo de serviço do caça russo MiG-31. Atualmente, engenheiros estão realizando tarefas de investigação e desenvolvimento experimental do MiG-41.

"É muito cedo para falar do novo caça em serviço; o mais provável é que ele entre em ação depois de 2025", afirmou.

A corporação russa MiG está trabalhando no conceito de um novo interceptor de longo alcance e pode começar a construir o avião em 2018. Anteriormente, a Corporação de Aeronaves Unidas, da qual faz parte a MiG, anunciou que o início dos trabalhos depende da aprovação do novo programa estatal de armamento da Rússia.

Anteriormente, Ilya Tarasenko, diretor-geral da corporação MiG, declarou que o herdeiro do MiG-31, ou seja, o MiG-41, "será furtivo e capaz de operar no espaço".


Postar um comentário

Postagens mais visitadas