Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Novo MiG-41 russo será capaz de 'caçar' mísseis hipersônicos

O novo caça interceptor russo MiG-41 poderá neutralizar ataques de mísseis hipersônicos, tornando-se o avião mais rápido do mundo, afirmou o presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação (câmara alta do parlamento russo), Viktor Bondarev, ao canal russo Zvezda.


Sputnik

"Supõe-se que o MiG-41 vá ser o mais rápido caça do mundo e, além disso, invisível aos radares. Poderá resistir não apenas a ameaças convencionais de baixa manobrabilidade como mísseis de cruzeiro, bombardeiros, drones, mas também às de mísseis hipersônicos", sublinhou Victor Bondarev, citado pelo Zvezda.


Resultado de imagem para mig 41
Concepção artística do MiG-41.

De acordo com o ex-militar, o alcance deste avião variará entre 700 e 1.500 quilômetros. Engenheiros aeronáuticos russos planejam armá-los com mísseis R-37 da classe ar-ar e outros projéteis novos.

O senador assegurou que a Rússia receberá o novo interceptor antes de 2028, ano em que expirará o prazo de serviço do caça russo MiG-31. Atualmente, engenheiros estão realizando tarefas de investigação e desenvolvimento experimental do MiG-41.

"É muito cedo para falar do novo caça em serviço; o mais provável é que ele entre em ação depois de 2025", afirmou.

A corporação russa MiG está trabalhando no conceito de um novo interceptor de longo alcance e pode começar a construir o avião em 2018. Anteriormente, a Corporação de Aeronaves Unidas, da qual faz parte a MiG, anunciou que o início dos trabalhos depende da aprovação do novo programa estatal de armamento da Rússia.

Anteriormente, Ilya Tarasenko, diretor-geral da corporação MiG, declarou que o herdeiro do MiG-31, ou seja, o MiG-41, "será furtivo e capaz de operar no espaço".


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas