Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

ONU: Coreia do Norte concorda com a necessidade de 'evitar uma guerra'

A Coreia do Norte concordou com a necessidade de "evitar uma guerra" informou AFP, citando o enviado especial da ONU.


Sputnik

Segundo a imprensa, a informação foi divulgada após uma rodada de negociações do do subsecretário-geral da ONU para Assuntos Políticos, Jeffrey Feltman, em Pyongyang.


Bandeira da Coreia do Norte
Bandeira da Coreia do Norte © Sputnik/ Ilia Pitalev

"Os interlocutores norte-coreanos concordaram com a importância de evitar uma guerra. O tema das discussões, que duraram mais de 15 horas, era a forma de realizar isso", explicou o diplomata.

Mais cedo, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, declarou que a parte norte-americana está pronta para negociar com a Coreia do Norte "sem condições prévias" e a qualquer momento.

A imprensa da Coreia do Norte declarou nesta terça que os EUA perderam a batalha política para Pyongyang.


Postar um comentário