Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Parlamento iraniano apela a todos os países muçulmanos para romperem relações com Israel

Os parlamentares iranianos apresentaram uma proposta para que todos os países muçulmanos rompam as relações diplomáticas com Israel e minimizem os laços econômicos com os EUA depois da decisão de Trump quanto a Jerusalém.


Sputnik

Na semana passada, o presidente norte-americano reconheceu Jerusalém como capital de Israel e anunciou a transferência da embaixada dos EUA de Tel Aviv a Jerusalém.


Bandeira israelense com a Cidade Velha de Jerusalém em fundo, 6 de dezembro de 2017
Bandeira de Israel com a Cidade Velha de Jerusalém ao fundo © AP Photo/ Oded Balilty

"Nós, representantes do parlamento iraniano, pedimos a todos os países muçulmanos para romperem as relações diplomáticas com Israel o mais rápido possível e reduzirem ao mínimo os laços econômicos com os EUA", diz a declaração assinada por 235 parlamentares de 290.

Os parlamentares acrescentaram também que, com essa decisão de Trump, os EUA "pregaram o último prego no caixão do chamado processo de paz no Oriente Médio".

A decisão de Donald Trump foi aplaudida em Israel e criticada fortemente em muitos países, principalmente no Oriente Médio. Toda a comunidade muçulmana está realizando protestos em várias partes do mundo e condena a decisão de Trump.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas