Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Presidente da Guatemala anuncia mudança de embaixada para Jerusalém

Decisão segue anúncio dos EUA de reconhecer cidade como capital israelense. Presidente Jimmy Morales afirmou que Israel é 'aliado da Guatemala e é preciso apoiá-lo'.


EFE

O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, anunciou neste domingo (24) a decisão de transferir a embaixada do país em Israel, que estava em Tel Aviv, para Jerusalém.

O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, durante sessão do Sistema de Integração da América Central, em Veracruz, no Panamá, em 14 de dezembro (Foto: AP Photo/Arnulfo Franco)
O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, durante sessão do Sistema de Integração da América Central, em Veracruz, no Panamá, em 14 de dezembro (Foto: AP Photo/Arnulfo Franco)

O anúncio vem pouco dias após o país ter se aliado com os Estados Unidos e outras nações para reconhecer Jerusalém como capital do Estado de Israel.

"Querido povo da Guatemala, hoje conversei com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Falamos das excelentes relações que tivemos como nações desde que a Guatemala apoiou a criação do Estado de Israel", expressou o governante nas redes sociais.

Morales destacou que um dos assuntos de maior relevância "foi o retorno da Embaixada da Guatemala para Jerusalém". "Dei instruções à Chanceler para que inicie as respectivas coordenadas para que assim seja", diz o governante no texto.

Há dois dias, Morales afirmou que o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel é "o caminho correto" e que esse país é um "aliado da Guatemala e é preciso apoiá-lo".

"Estamos com total certeza de que é o caminho correto", afirmou, embora apenas nove países tenham votado com esta intenção nas Nações Unidas.

Guatemala, Honduras, Ilhas Marshall, Micronésia, Nauru, Palau e Togo se alinharam a Estados Unidos e Israel para reconhecer Jerusalém como capital israelense.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas