Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Presidente da Guatemala anuncia mudança de embaixada para Jerusalém

Decisão segue anúncio dos EUA de reconhecer cidade como capital israelense. Presidente Jimmy Morales afirmou que Israel é 'aliado da Guatemala e é preciso apoiá-lo'.


EFE

O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, anunciou neste domingo (24) a decisão de transferir a embaixada do país em Israel, que estava em Tel Aviv, para Jerusalém.

O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, durante sessão do Sistema de Integração da América Central, em Veracruz, no Panamá, em 14 de dezembro (Foto: AP Photo/Arnulfo Franco)
O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, durante sessão do Sistema de Integração da América Central, em Veracruz, no Panamá, em 14 de dezembro (Foto: AP Photo/Arnulfo Franco)

O anúncio vem pouco dias após o país ter se aliado com os Estados Unidos e outras nações para reconhecer Jerusalém como capital do Estado de Israel.

"Querido povo da Guatemala, hoje conversei com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Falamos das excelentes relações que tivemos como nações desde que a Guatemala apoiou a criação do Estado de Israel", expressou o governante nas redes sociais.

Morales destacou que um dos assuntos de maior relevância "foi o retorno da Embaixada da Guatemala para Jerusalém". "Dei instruções à Chanceler para que inicie as respectivas coordenadas para que assim seja", diz o governante no texto.

Há dois dias, Morales afirmou que o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel é "o caminho correto" e que esse país é um "aliado da Guatemala e é preciso apoiá-lo".

"Estamos com total certeza de que é o caminho correto", afirmou, embora apenas nove países tenham votado com esta intenção nas Nações Unidas.

Guatemala, Honduras, Ilhas Marshall, Micronésia, Nauru, Palau e Togo se alinharam a Estados Unidos e Israel para reconhecer Jerusalém como capital israelense.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas