Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Presidente da Sérvia explica por que seu país não deseja fazer parte da OTAN

A Sérvia vai defender sua soberania sozinha, sem aderir a alianças militares, inclusive à OTAN, devido à história "complexa" das relações entre Belgrado e a Aliança, afirmou o presidente sérvio, Aleksandar Vucic.


Sputnik

"A Sérvia continua sendo o único país que deseja ter seu próprio exército e proteger a soberania; não desejamos participar de nenhuma aliança militar", afirmou ele durante palestra no Instituto Estatal de Relações Internacionais de Moscou.


Homem acena com uma bandeira contra a OTAN e União Europeia em Belgrado, Sérvia, 27 de março de 2016
Homem acena com uma bandeira conta a OTAN e a União Europeia em Belgrado, Sérvia © AFP 2017/ Alexa Stankovic

O líder sérvio acrescentou ter frisado inúmeras vezes nas cúpulas da OTAN que seu país não deseja fazer parte da Aliança Atlântica.

"A Sérvia não fará parte da OTAN. A Assembleia Nacional [parlamento sérvio] decidiu neutralidade militar, queremos defender nosso céu e nosso país por conta própria, trata-se de uma decisão de nosso povo", assinalou o presidente.

"Os eventos históricos, relacionados à OTAN, são pesados demais para fazer com que pensemos em aderir à Aliança Atlântica", acrescentou.

Aleksandar Vucic frisou que declara isso não somente em Moscou, mas em Washington também, e para ele, a Aliança entende sua mensagem.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas