Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Presidente iraniano: EUA nunca serão mediador honesto no Médio Oriente

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse que a decisão dos EUA sobre o reconhecimento de Jerusalém como capital israelense demonstra desrespeito para com os palestinos e prova que os EUA não podem ser um mediador honesto no processo de paz no Médio Oriente.


Sputnik

"A decisão recente da administração norte-americana deu para entender que os EUA estão tentando garantir os interesses dos sionistas e não têm nenhum respeito pelos direitos legítimos dos palestinos. Os EUA nunca foram e nunca serão um mediador honesto", escreveu Rouhani no seu Twitter.


Presidente iraniano, Hassan Rouhani, falando durante uma reunião com os ministros em Teerã, Irã, 11 de outubro de 2017
Presidente do Irã, Hassan Rouhani © AP Photo/ Sem credencial

Na semana passada, o presidente norte-americano, Donald Trump, reconheceu Jerusalém como capital israelense e assinalou o documento para a transferência da embaixada dos EUA de Tel Aviv a Jerusalém. A decisão foi recebida positivamente por Israel e causou reação negativa por parte de muitos países, em especial dos países do Médio Oriente e Palestina.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas